COPA DO BRASIL Ferroviário

Ferroviário empata aos 49 minutos do 2º tempo, mas é derrotado nos pênaltis e está eliminado da Copa do Brasil

Foto: Lenilson Santos/Ferroviário AC

Apesar da luta até o fim, o Ferrão acabou perdendo nos pênaltis, com direito a polêmica de arbitragem em uma das cobranças, que mudou o curso da decisão

Na noite dessa quarta-feira (14), na Arena Independência, o América-MG recebeu o Ferroviário, pela segunda fase da Copa do Brasil. Duelo em jogo único, onde a única vantagem para uma das equipes, era o mando de campo, que ficou com o Coelho. Quem vencesse, estaria classificado. Em caso de empate, decisão nos pênaltis.

O clube mineiro que retorna nessa temporada, a elite do futebol nacional, chegou em má fase, com jejum de três jogos sem vitórias, no campeonato estadual. Já os cearenses, vivem boa fase na temporada, mas não jogava há 19 dias, sendo o último, justamente pela Copa do Brasil, na primeira fase, quando o time de Diá venceu o Porto Velho, por 1×0, em Duque de Caxias.

Primeiro Tempo

O América comandou as ações ofensivas nesse início de jogo. Logo no primeiro minuto, Felipe Azevedo conduzia a bola pela esquerda, puxou para o meio e cruzou, a bola chega em Rodolfo, que cabeceou para fora. O Coelho dominou a posse de bola e chegava com perigo. O gol parecia questão de tempo.

Foi então, aos 17 minutos, que Felipe Azevedo, que estava sem jogar desde janeiro, abriu o placar. Em falta cobrada pela ponta direita, o camisa 7 subiu mais que a defesa Coral, e cabeceou no primeiro pau, mandando a bola para o fundo do gol de Jonathan.

A etapa inicial não teve muitas chances reais de gol, sobretudo para o Tubarão, que teve sua grande chance, apenas aos 35 minutos, quando Wendson recebeu na entrada da área, achou espaço de bateu direto para o gol. Matheus fez grande defesa e evitou o empate. O América voltou a assustar. Em bola cruzada de forma rasteira, Azevedo faz corta-luz, a bola sobra para Rodolfo, dentro da área, mas o atacante finalizou muito mal e mandou pelos ares. Foi a última boa jogada do primeiro tempo.

Final de primeiro tempo: América 1 x 0 Ferroviário

Segundo Tempo

Mais disputado, a etapa final começou com o time Americano levando perigo para a meta defendida por Jonathan. A jogada começou com Bruno Nazário, que inverteu a jogada para Felipe Azevedo. Depois de disputa de bola com Polegar, a bola sobrou para Rodolfo, bateu firme, mas parou no camisa 1. A resposta veio dois minutos depois, em jogada de Wendson, o atacante levanta na área, porém Adilson Bahia cabeceou mal, mandando para fora.

O Coelho levou bastante perigo em lance de Bruno Nazário. Depois de arranca de Rodolfo que invadiu a área pela ponta esquerda, o atacante mandou para trás, e o camisa 10 do Verdão finalizou bonito, mas a bola desviou na zaga Coral e evitou o segundo gol mineiro.

Após a marca dos 30 minutos, já na reta final, o Ferroviário passou a ficar mais com a bola, porém com toque de bola burocrático, sem criar qualquer jogada de perigo e esbarrando na marcação do Coelho, que se fechava, na tentativa de assegurar o placar favorável.

Nos 10 minutos finais, veio o drama da reta final. Aos 41 minutos, Diego Viana lançou por cima, antes do meio campo, para Adilson Bahia, que saiu na cara do goleiro, mas na hora de dominar, deixou a bola escapar e quando tentou o toque, Matheus chegou primeiro e evitou o pior, para o clube mineiro. Em nova chance, Reinaldo tenta cruzamento, mas a bola passa por todos e bate na trave, no rebote, novo cruzamento e Adilson Bahia se joga na bola, mas não alcança.

Mas a redenção Coral veio aos 49 minutos. Richardson, zagueiro, estava no ataque, armando jogada e achou Augusto, em passe rasteiro. O atacante invadiu a área na ponta esquerda e bateu por debaixo das pernas de Matheus, empatando a partida. O gol do Tubarão fechou a partida, levando as decisões para as penalidades.

Fim de jogo: América 1 x 1 Ferroviário

Anúncios

Decisão nos Pênaltis

Sabino abriu as cobranças, marcando para o América. Adilson Bahia bateu o primeiro do Ferrão e mandou no travessão, a bola caiu dentro do gol, mas a arbitragem entendendo que não entrou e invalidou o lance. Em seguida, Anderson Jesus e Augusto perderam para cada time.

Na terceira cobrança João Paulo e Mauri marcaram para cada equipe, deixando a decisão em 2×1. Na quarta cobrança, foi a vez de Jonathan brilhar e pegar o pênalti cobrado por Carlos Alberto. Pelo Ferrão, Madson bateu e empatou, deixando tudo para a quinta e última cobrança.

Ribamar colocou o Coelho novamente na frente, onde Jonathan quase defende. Diego Viana bateu o último do Tubarão e parou em Matheus.

Próxima Fase

Na fase 3, as 12 equipes pré-classificadas (Campeão do Nordeste, Campeão da Copa Verde, Campeão da Série B do Brasileirão, Representantes Brasileiros na Libertadores e 9º colocado do Brasileirão), se juntam aos 20 classificados das fases anteriores.

Teremos então, um novo sorteio para a definição dos confrontos. Esses 12 times citados, que chegam a competição, mas os 4 dos 20 classificados das fases anteriores de melhor posicionamento do ranking de clubes da CBF farão parte do pote A e os demais, do pote B. O sorteio será Pote A x Pote B.

Cota de Participação

O Ferroviário deixa a Copa do Brasil com um acumulado de R$ 1,235 milhão. Já o América, segue vivo e já acumula R$ 3,760 milhões e contando.

Anúncios

Deixe uma resposta