Ceará

Guto destaca montagem do elenco pela diretoria e fala sobre objetivos do Ceará na Sul-Americana

(Foto: Fernando Ferreira/Ceará S.C.)

O sorteio da competição internacional acontecerá na próxima sexta-feira (9).

Na última segunda-feira (5), o treinador do Ceará, Guto Ferreira, concedeu uma entrevista para o programa de televisão “Baita Amigos”. Na ocasião, ele falou sobre as contratações feitas pelo clube para a temporada 2021 e qual a expectativa para o início da Sul-Americana.

Contratações para a temporada 2021

Para a formação do atual elenco alvinegro, o Ceará conseguiu manter boa parte da equipe titular da temporada passada e contratou mais 13 jogadores. Sobre isso, Guto Ferreira destaca que esse processo feito pela diretoria do clube foi de grande importância e acha que conseguiu agregar ainda mais valor à equipe.

A direção conseguiu manter a base e isso foi de suma importância. Um trabalho muito bom do Jorge Macedo, com o presidente e (Sergio) Dimas, que conseguiram fazer boas contratações. Da equipe base, nós perdemos Tiago, que foi para o Japão; o Samuel, que foi para o Fluminense e o Chú, que voltou para o Grêmio. Nós trouxemos Gabriel Dias, Messias e o Mendoza que são os imediatos. Mas, também acrescemos qualidade ao meio campo com a chegada do Oliveira, Jorginho e Marlon; no ataque Yony González e Jael e trouxemos outras apostas. A gente conseguiu agregar valores importantes que vão ajudar a gente em uma temporada tão difícil”.

O que é possível ser feito na Sul-Americana?

Questionado sobre o que o Ceará consegue fazer na Sul-Americana, que terá seu sorteio realizado na próxima sexta-feira (9), Guto Ferreira fala sobre o novo formato da competição internacional e destaca o objetivo de se classificar na fase de grupos.

É uma competição extremamente difícil. Pelo primeiro ano (o formato) é chave de grupos, no quais classificam um só, e nesses grupos já entram equipes que vão ser desclassificadas da pré-Libertadores e equipes muito fortes do Brasil e da Argentina. Então vamos aguardar o sorteio, mas a gente quer fazer sempre o melhor. Queremos, em um primeiro momento, nos classificar; depois buscar, dentro do mata-mata, chegar o mais longe possível e quem sabe chegar em uma final”.

Deixe uma resposta