Categorias de Base Fortaleza

Fortaleza anuncia Leandro Floriano como coordenador técnico das categorias de base

(Foto: Thais Pontes/Fortaleza E.C.)

O seu trabalho mais recente foi no Athletico Paranaense, atuando como coordenador de modelo de jogo e metodologia de treinamento.

Continuando os investimentos feitos para a formação de jogadores do clube, o Fortaleza anunciou, nesta segunda-feira (05), Leandro Floriano como coordenador técnico das categorias de base. Antes, o Leão do Pici já havia contratado Agnello Gonçalves para o cargo de diretor executivo dessa área.

O mais novo profissional tricolor já teve outros cargos em diferentes clubes brasileiros. No Avaí, de 2007 até 2010, foi preparador físico, auxiliar técnico e treinador das categorias de base; Entre 2011 e 2013 era treinador das categorias de base do Corinthians e, nos anos seguintes, também teve passagens pelo Esportivo/RS e Figueirense. O seu trabalho mais recente foi pelo Athletico Paranaense, na função de coordenador de modelo de jogo e metodologia de treinamento.

Função dentro do Fortaleza

Leandro Floriano, natural de Florianópolis/SC, destaca que vai atuar, como coordenador técnico da categoria de base do Fortaleza, em três vertentes: questão técnica; visão metodológica e formação de profissionais.

“Minha área é dividida, basicamente, em três vertentes: trabalho na questão técnica, que é elaborar um modelo de jogo que represente a nossa história; uma visão metodológica de como a gente vai treinar esse jogo que estamos propondo e, também, a formação dos profissionais. Os “três braços” são esses, mas sabemos que um clube da grandeza do Fortaleza exige que tenhamos uma visão ainda maior”.

Estrutura do clube

Questionado sobre a estrutura do tricolor, mais especificamente do CT Ribamar Bezerra, o profissional de 37 anos fala que já tinha noção do crescimento do Fortaleza e se diz surpreso sobre a qualidade dos profissionais que atuam dentro do clube.

“A visão que a gente tinha de fora do Fortaleza era de uma equipe está se reorganizando. A equipe profissional já tem destaque nacional e internacional, já consegue disputar de igual para igual contra as grandes equipes do futebol brasileiro. A gente vem percebendo um grande desenvolvimento no clube em todas as áreas. Fiquei surpreso, não pela qualidade do ambiente, mas pela qualidade dos profissionais que já estão aqui trabalhando. Percebi que há uma força tarefa muito grande dentro do CT, é muito bem organizado, muito funcional e temos interação constante entre as áreas. Os profissionais já têm processos implementados e o que vamos fazer é ‘alinhar’, para que se tenha uma linha sucessória entre as categorias”.

Deixe uma resposta