Ceará

Em entrevista, Robinson de Castro destaca crescimento do Ceará e fala sobre contratações

(Foto: Marcelo Vidal/Ceará S.C.)

O presidente alvinegro também falou sobre o investimento feito nas categorias de base.

Na noite da última segunda-feira (29), o presidente do Ceará, Robinson de Castro, concedeu entrevista para o programa de rádio BN na Bola. Na ocasião, ele falou sobre o que o alvinegro fez dentro e fora de campo para poder crescer no cenário nacional; investimentos feitos na base e o primeiro período de contratações para a temporada 2021.

Crescimento do clube

Questionado sobre o que o Ceará fez para crescer no cenário nacional do futebol e elevar seu patamar, Robinson destaca que a organização administrativa do clube fora de campo impacta dentro dos jogos.

A minha formação é voltada para essa área de gestão, então sei da importância que tem uma organização administrativa, financeira, ter pessoas qualificadas trabalhando para o clube, investir em tecnologia, saber escolher as equipes, contratar boas consultorias, como é o caso da Dom Cabral e tenho executivos contratados para todas áreas, nós fazemos reuniões permanentes. Tudo isso buscando fazer essa sinergia, pois o futebol, o que acontece dentro de campo é impactado pelo que acontece fora.

Investimentos na base

Sendo considerada a melhor base do Nordeste pelo segundo ano consecutivo, o Ceará revolucionou seu projeto de formação de jogadores a partir de 2014, quando comprou o então Centro de Treinamento do Nordeste (CETEN), agora Cidade Vozão. Sobre isso, o presidente alvinegro fala que é necessário fazer esse tipo de investimento para ajudar no crescimento do clube.

Para o clube crescer, é preciso fazer investimento na base, a gente pode ter atletas que vão compor o profissional, se tornar um ativo do clube e vai fazer vendas. Então estamos investindo muito na categoria de base e já vemos resultados esportivos, no caso do Campeonato Sub-23 (Brasileiro de Aspirantes), que acabamos sendo campeão com uma base que jogava no Sub-20 do Ceará.

Primeiro período de contratações

Para esse início de ano, além de ter mantido boa parte do elenco titular da temporada passada, o Ceará contratou mais 13 jogadores. Questionado se esse número aumentaria, Robinson de Castro diz que acabou a fase de contratações.

Eu acho que concluímos nossa fase de contratação, já pensando em um elenco para o ano todo, assim como fizemos ano passado, pois tínhamos contratado bastante no começo do ano e no meio da competição trouxemos somente três jogadores. Esse ano, a tendência é que a gente já tenha esse grupo bastante formado, talvez mais na frente, no máximo mais duas ou três contratações”.

Deixe uma resposta