Ceará

“O projeto que me apresentaram foi muito bom”, diz Marlon sobre jogar no Ceará

(Foto: Felipe Santos/Cearasc.com)

O meia, que era do Fortaleza, decidiu jogar no rival Ceará.

Anunciado pelo Ceará no último dia 17, o meia Marlon fez nesta quinta-feira (26) a sua primeira entrevista como jogador alvinegro. Na apresentação, ele aproveitou para falar sobre a razão de sair do Fortaleza para se tornar um atleta do Vovô; Os objetivos individuais e coletivos para a temporada de 2021 e a sua questão física.

Anúncios

ESCOLHA PELO CEARÁ

Jogador do Fortaleza desde 2018, Marlon optou, no final do ano passado, por trocar de lado na rivalidade estadual. Como motivação para essa atitude, ele destaca o projeto que o Ceará está montando para a temporada 2021.

O projeto que me apresentaram foi muito bom, o Ceará vem crescendo ano após ano e tenho certeza que em 2021 também vamos continuar crescendo, vamos continuar fazendo história. Então o meu maior objetivo foi esse para ter vindo pro Ceará e não vai ser nem a primeira, nem a última vez que isso vai acontecer; de um jogador sair de um rival para ir para outro. Estou muito feliz, alegre e motivado para que a gente possa ter um 2021 maravilhoso”.

Anúncios

OBJETIVOS PARA A PRÓXIMA TEMPORADA

Questionado sobre quais são os objetivos para a próxima temporada, o meia fala em querer dar continuidade ao bom trabalho coletivo feito na equipe alvinegra. No individual, ele diz que vai ajudar de qualquer forma possível.

Continuar essa caminhada. Em 2020 o Ceará foi maravilhoso: campeão do nordeste e vaga na Sul-Americana, um torneio internacional para disputar esse ano. Então pretendo corresponder. A gente deixar metas aqui é de uma responsabilidade muito alta, então pretendo ajudar de qualquer forma, fazendo gols, boas partidas e, o principal, vencendo e conquistando os objetivos do clube”.

QUESTÃO FÍSICA

Marlon não joga uma partida de futebol desde 22 de novembro do ano passado, porém, ele diz estar em forma para jogar pelo Ceará, pois fez uma boa pré-temporada no clube. 

Creio que minha questão física esteja boa, tive um mês e algumas semanas de trabalho e isso foi muito importante para mim. A pré-temporada é de extrema importância para um atleta profissional, então tive esse período. Fisicamente estou bem e estou apto para ficar à disposição do professor, se ele precisar de mim, tenho certeza que vou ficar aqui para corresponder”, finalizou.

Anúncios

Deixe uma resposta