Ceará

Contra o Botafogo, Guto Ferreira será o primeiro treinador do Ceará a começar e finalizar uma Série A por pontos corridos

(Foto: Felipe Santos/Ceará S.C.)

O treinador renovou até o final de 2021 com o Ceará.

Em uma boa temporada para a equipe do Ceará, seja coletiva ou individualmente, o treinador Guto Ferreira será mais um componente a bater uma marca histórica no time alvinegro. Na próxima quinta-feira (25), após o apito final da partida contra o Botafogo, ele se tornará o primeiro treinador do Ceará a começar e terminar um Campeonato Brasileiro da Série A por pontos corridos.

Anunciado oficialmente pelo Ceará no dia 23 de março de 2020, Guto é o terceiro treinador que passou pelo Ceará na Temporada 20/21, além dele, Argel Fucks e Enderson Moreira trabalharam no Clube. Substituindo Enderson, que havia aceitado uma proposta do Cruzeiro, Guto conseguiu formar em pouco tempo um time competitivo para a reta final da Copa do Nordeste na Bahia e, com atuações consistentes, acabou conquistando o título invicto para o Vovô.

Em competições nacionais, nesse quase um ano comandando a equipe, conseguiu implantar cada vez mais o seu estilo de jogo na equipe, colocando o Ceará nas quartas-de-final da Copa do Brasil e fazendo a melhor campanha do alvinegro em uma Série A por pontos corridos, coroada com a classificação antecipada para a Sul-Americana. Por esses grandes resultados durante a temporada, seu contrato foi renovado até o fim de 2021.

A primeira edição de um Campeonato Brasileiro da Série A por pontos corridos aconteceu em 2003 e, de lá para cá, o Ceará disputou a elite nacional cinco vezes (2010, 2011, 2018, 2019 e 2020/21). Nas temporadas anteriores, foi perceptível a dificuldade dos treinadores em manter uma boa sequência de resultados, enquanto que atualmente, Guto consegue fazer um trabalho consolidado no clube.

Treinadores do Ceará em uma Série A por pontos corridos (2010-2021)

  • 2010: 
    • PC Gusmão (1° até 7° Rodada)
    • Estevam Soares (8° até 13° Rodada)
    • Mário Sérgio (14°* até 20° Rodada)
    • Dimas Filgueiras (21° até 38 Rodada) 
  • 2011:
    • Vagner Mancini (1° até 23° Rodada)
    • Estevam Soares (24° até 31° Rodada)
    • Dimas Filgueiras (32° até 38° Rodada)
  • 2018:
    • Marcelo Chamusca (1° até 6° Rodada)
    • Jorginho (7° até 9° Rodada)
    • Lisca (10° até 38° Rodada)
  • 2019:
    • Enderson Moreira (1° até 22° Rodada)
    • Adilson Batista (23° até 35° Rodada)
    • Argel Fucks (36° até 38°)
  • 2020/21: 
    • Guto Ferreira (1° até 38°** Rodada)

*: O auxiliar de Mário Sérgio, o Serginho, assumiu o time na 14° Rodada.

**: Guto ainda não disputou a 38° rodada.

Deixe uma resposta