CAMPEONATO CEARENSE Caucaia Série D

“A prefeitura não pode usar dinheiro público em benefício de um clube”, diz Vitor Valim sobre Caucaia

(Foto: Divulgação/Assembleia Legislativa do Ceará)

Clube da Região Metropolitana anunciou problemas financeiros e possível desistência dos campeonatos

Dias após o Caucaia anunciar que pode desistir das disputas do Campeonato Cearense e Série D em 2021, devido problemas financeiros, o prefeito Vitor Valim (Pros) usou as redes sociais para falar sobre ódio da parceiros da prefeitura com o clube.

“Ontem vi na internet que o Caucaia EC afirmou que está passando por dificuldades financeiras. A prefeitura não pode e não deve usar o dinheiro público em benefício de um clube profissional. No ano passado, para vocês terem uma noção, o Caucaia EC custou ao nosso município de quase R$ 1 milhão”, disse o ex-deputado em vídeo publicado no Instagram.

A parceira citada por Valim fora firmada entre a Raposa Metropolitana e o Executivo municipal ainda na gestão de Naumi Amorim (PSD). O ex-prefeito acabou derrotado no segundo turno das eleições de 2020 pelo apresentador de TV por um diferença de pouco mais 3 mil votos – 51,08% (83.588) x 48,92% (80.045).

“Até sexta-feira, 19, vamos lançar um edital de seleção pública para que com esse dinheiro possamos beneficiar projetos desenvolvidos pelos nossos atletas, artesãos, músicos, artistas, atingindo mais de doze mil pessoas. O Prefeito tem que tomar decisões para beneficiar a maioria e não a grupos de interesse”, prometeu o ex-deputado ainda no vídeo.

Por meio de nota, o Caucaia justificou a possível desistências do estadual e Série D. “Buscamos muitas vezes, viabilizar uma reunião definitiva junto a Secretaria de Esporte e Juventude, Poder Executivo e Poder Executivo do município, para renovarmos o contrato de patrocínio e, por conseguinte, a participação honrosa em todos os campeonatos, representando de forma digna nossa cidade e munícipes. No entanto, o comprometimento financeiro necessário para prosseguirmos, a falta de apoio, a drástica redução de nossas receitas e as dívidas já assumidas, impedem-nos de continuar.

E continuou: “Atualmente estamos liderando o Campeonato Cearense Série A 2021 e a poucos meses da inédita estreia em um Campeonato Brasileiro. Esclarecemos ainda que temos um projeto pronto, totalmente voltado as categorias de base (Futebol Amador), onde atingiríamos diversas localidades do município, com a participação de crianças e adolescentes da faixa etária de 13 aos 20 anos do município”.

Solidariedade

Logo após o anúncio de possível desistência dos campeonatos, diversos torcedores, inclusive de outros clubes do Estado, iniciaram uma campanha em apoio ao time da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O assunto chegou a ficar  entre os mais comentadas nas redes sociais.

Israel
Jornalista

Deixe uma resposta