COPA DO BRASIL Copa Fares Lopes FCF Ferroviário Icasa

Após o título da Taça Fares Lopes, Diá valoriza conquista: ”Acredito que não tem dúvida desse título, até porque, foi de forma invicta”

Foto: Lenilson Santos

O técnico Potiguar chegou em dezembro ao clube e já levantou sua primeira taça pelo Tubarão da Barra

Na tarde de ontem (14), o Ferroviário bateu o Icasa, no estádio Domingão, por 1×0. O resultado deu ao Clube Coral, o título da Taça Fares Lopes e promoveu a equipe a Copa do Brasil 2021. O gol do jogo foi marcado por Berguinho.

Após a festa no campo, dos jogadores, comissão técnica e diretoria e também fora de campo, o treinador campeão, Francisco Diá, concedeu entrevista coletiva. O comandante falou sobre o jogo decisivo, a necessidade de reforços para a continuidade do primeiro semestre, favoritismo no estadual e dedicou o título a um torcedor ilustre do clube. Confira:

Diego Arruda, Equipe Bola na Rede/ Portal Futebol Cearense: O Icasa foi superior no primeiro tempo. No segundo, o Ferroviário veio com outra postura, bem mais agressiva. Qual foi a palavra chave dita no intervalo, que deu forças para o time conquistar o título?

Anúncios

Francisco Diá, técnico do Ferroviário: ”Enfrentamos uma equipe muito entrosada. E colocamos uma postura, alternando, ora em linha alta, ora em linha baixa. E muitas vezes, quando a gente retraía um pouco, que a gente ficava com essas linhas baixas, a gente não estava fazendo essa transição rápida, com a perda de Reinaldo, que é um dos principais jogadores, nesse tipo de transição. Então veio o intervalo, a gente só chegava com Bahia e com a entrada de Luiz Henrique, que é um jogador de característica mais rápida, nós continuamos alternando e as oportunidades apareceram e graças a Deus, em uma bela jogada de Berg, nós tivemos a felicidade de ser campeão. Uma equipe que tá de parabéns, onde valorizou muito a nossa conquista, mas eu acredito que não tem dúvida desse título, até porque, foi de forma invicta.”

Junior Ribeiro, Portal Torcida K: O que tirar de lição deste jogo que poderá ser utilizado nos desafios que virão no estadual e agora na Copa do Brasil? Onde a equipe pode melhorar?

Francisco Diá, técnico do Ferroviário: ”A gente precisa de umas peças de reposição. A gente tem um elenco muito curto. A gente sabe que o mercado tá muito difícil, porque você vai concorrer com outros estados. Mas a gente precisa reforçar para o Campeonato Cearense, que é um campeonato muito difícil. Então, a gente tem pedido ao Presidente, com a suspensão de Guilherme e a lesão de Reinaldo, a gente ficou mais frágil, com o elenco reduzido. Isso dificulta pra você trabalhar, pro restante da competição.”

Débora Arruda, Equipe Bola na Rede/Rádio Clube: Esse título do ferroviário aumenta o favoritismo do clube na primeira fase do Campeonato Cearense?

Francisco Diá, técnico do Ferroviário: ”Não, eu acredito que o favoritismo fica para o próprio Icasa, porque tem uma equipe que tem um treinador que conhece o Campeonato Cearense a fundo, que tem um elenco com uma base de 1 ano. O Ferroviário tem um time formado há 35, 40 dias, no máximo. Essa equipe foi formada, com alguns jogadores que permaneceram do ano passado, mas com alguns reforços, essa equipe vai sim evoluir e dar alegria aos torcedores do Ferroviário.”

Título com Dedicatória

Ao final da coletiva, Diá aproveitou para dedicar a conquista a um torcedor ilustre do Clube Coral: Tarcizinho, de 22 anos. O técnico relata, que ao chegar na Barra do Ceará, foi cobrado pelo jovem, que pediu esse titulo.

Anúncios

Deixe uma resposta