Copa Fares Lopes Icasa

Icasa: Verdão do Cariri voltou a sorrir e a sonhar

Foto: Pedro Chaves

Em poucos meses, o clube voltou a elite estadual e vai disputar a final da Copa Fares Lopes

O Icasa, campeão cearense em 1992, e que fez frente a Ceará e Fortaleza entre 2004 e 2013, não foi o mesmo desde então. Com inúmeros rebaixamentos nos âmbitos nacional e estadual, o clube parecia que não se recuperaria em um curto-prazo.

Mesmo em um ano atípico como 2020 e o início de 2021 foram, o Verdão do Cariri conseguiu se reinventar e sarar algumas feridas abertas na torcida durante esses últimos anos de resultados ruins.

Com a pandemia causada pelo Corona Vírus, o técnico Washington Luiz, que fazia um ótimo trabalho no Guarany de Sobral, acabou ficando sem clube, mas em julho acertou com Icasa.

Na segunda divisão, a equipe encaixou e não tomou conhecimento dos adversários até conquistar o acesso e título da competição.

Mesmo com essa conquista, a equipe não era vista como uma das favoritas a conquistar a Copa Fares Lopes, pois Floresta, sensação do momento por ter subido a Série C, Ferroviário e Caucaia pareciam despontar como prováveis campeões, mas o encaixe da equipe continuou o mesmo.

Na primeira fase, com quatro vitórias, um empate, doze gols marcados e apenas um sofrido, o Verdão do Cariri fez a melhor campanha da competição.

Na semifinal, contra o temido time titular do Floresta, o Icasa passou com facilidade vencendo os dois jogos. Na ida, um sonoro 3 a 0, na volta, Calcinha carimbou a classificação com um golaço e 1 a 0.

Na decisão, o adversário será o Ferroviário, que também não perdeu na competição.

Em caso de título, além de ser a segunda conquista da sua história já que venceu em 2014, o Icasa disputará a Copa do Brasil e, de início, receberá cerca de R$ 540 mil pela participação no torneio nacional.

Caso garanta a participação, o Verdão disputará o certame pela quinta vez em sua história e a primeira desde 2015.

Retrospecto na Copa Fares Lopes

2010 – Vice-campeão

2011- Eliminado na segunda fase

2012 – Quarto lugar

2013 – Terceiro lugar

2014 – Campeão

2015 – Eliminado na primeira fase

2016 – Eliminado na primeira fase

2017 – Eliminado nas quartas de final

2018 – Não jogou

2019 – Não jogou

Destaques

O técnico Washington Luiz deve manter a base dos últimos jogos: Mauro; Wesley, Regineldo, Thuran, Talisson Calcinha; Carlão, Lincon; Esquerdinha, Nael, Thiaguinho; Júnior Juazeiro.

No ataque, Nael e Júnior Juazeiro, com quatro gols cada, são os grandes destaques do Verdão do Cariri.

Deixe uma resposta