Entrevistas Fortaleza

Enderson Moreira lamenta derrota e exalta o Palmeiras: “adversário muito qualificado”

Foto: Reprodução/TV Leão

Treinador tricolor lamentou o mau primeiro tempo da equipe e elogiou bastante o adversário alviverde

Após a derrota por 3×0 para o Palmeiras neste domingo (14), na Allianz Parque, o treinador do Fortaleza, Enderson Moreira, concedeu entrevista coletiva à imprensa. O comandante tricolor falou sobre o resultado negativo, principalmente a fraca atuação no primeiro tempo, e acerca do próximo jogo diante do Bahia.

Anúncios

Sobre o jogo

Enderson respondeu sobre o fraco primeiro tempo que a equipe tricolor realizou, e a segunda etapa, onde o time conseguiu segurar o ímpeto ofensivo do Palmeiras:

“Acho que nosso primeiro tempo foi muito ruim, muito abaixo. É difícil buscar explicação para isso, a gente se preparou da melhor forma. Nós lamentamos demais, queremos oferecer para o nosso torcedor sempre jogos qualificados. Mas foi uma noite muito ruim, principalmente o primeiro tempo. No segundo tempo conseguimos equilibrar um pouquinho, mas não foi do nível que a gente estava acostumado. A gente poderia definir nossa situação de classificação, mas infelizmente não foi possível.”

Problemas no primeiro tempo

Especificamente sobre a primeira etapa, o treinador falou das dificuldades que o time enfrentou:

“Em termos de organização, a gente teve falhas que não estávamos tendo. Proporcionamos muito jogo interior para o time do Palmeiras. Eu acho que não encaixou e mérito do adversário, que conseguiu produzir bem. E isso eu falo, pois as vezes a gente esquece também que jogamos contra equipes bem qualificadas. Então tem a nossa parte que realmente fomos mal, mas tem muito mérito de quem a gente enfrentou.”

Anúncios

Pensamento no Bahia

Questionado se os resultados da rodada interferiram no psicológico dos jogadores e se eles já estavam com pensamento no Bahia, o técnico falou:

“A gente está sempre envolvido com isso, mas não se pode deixar influenciar. Tivemos um adversário que tinha muita vontade de mostrar que o que aconteceu no Mundial foi circunstâncias. É claro que a gente não teve uma atuação boa. Quando se junta duas coisas, um adversário que consegue fazer um jogo tecnicamente muito bom e a gente que não conseguiu jogar, acaba que acontece o resultado que aconteceu.”

Estratégia de jogo

Enderson também respondeu sobre a estratégia de jogo usada diante do Palmeiras:

“Eu avalio de uma maneira muito tranquila. Dentro daquilo que a gente tinha de possibilidades, escalamos quem estava jogando, mexemos pouco na equipe. O que aconteceu é que a gente pegou um adversário qualificado, de muito poder técnico e jogadores de qualidade, e não conseguimos encontrar o espaço certo para evitar o que aconteceu no primeiro tempo, infiltrar melhor, encontrar movimentos de transição. Então, a dificuldade foi muito nesse sentido, não foi a atuação de um ou outro atleta, a equipe como um todo, no primeiro tempo, foi bem abaixo daquilo que todos conseguem fazer.”

Confira a entrevista completa na TV Leão, no YouTube:

Coletiva Enderson Moreira/TV Leão
Anúncios

Deixe uma resposta