CAMPEONATO CEARENSE Guarany de Sobral Série A - Cearense

Campeonato Cearense 2021: Guarany de Sobral chegará a sua 50ª participação na elite do futebol cearense; conheça a equipe

Foto: Amaral Torquato / Guarany de Sobral

Bugre estreia no certame nesta quarta-feira(10)

O Guarany de Sobral, tradicional equipe do interior cearense, chegará a sua 50ª participação na elite do futebol estadual, sua melhor campanha foi o vice estadual em 2013. O Bugre voltou para primeira divisão em 2019 e acumula boas campanhas. A estreia do Cacique do Vale no torneio será nessa quarta-feira (10), diante da equipe do Barbalha, no Estádio do Junco, ás 15h30. Para está estreia, o Cacique terá todo seu plantel disponível, composto por uma mistura entre juventude e experiência.

Histórico de Participações

Na temporada de 2017, o Guarany fez uma péssima campanha e acabou sendo rebaixado para Série B estadual. A equipe sobralense terminou na nona colocação, com apenas seis pontos. Aquele campeonato tinha formato diferente, era disputado em turno único, o Cacique em 9 jogos, venceu apenas um, empatou três e perdeu outros cinco. O aproveitamento da equipe foi de 22,2%.

Em 2019 o Cacique voltou à elite, após ser vice-campeão da Série B de 2018, O Guarany fez campanha razoável, terminou a primeira fase em , apesar de não ter perdido, e conseguiu vaga para o 2º turno. Na segunda fase do torneio o Bugre conseguiu garantir classificação para as semifinais, terminando na 3ª posição, somente a um ponto do rival Fortaleza. Naquela edição a equipe sobralense brigou até a última rodada pelo mata-mata, na ocasião, cinco equipes brigavam pela vaga. O Guarasol foi o único time do interior na ultima fase do torneio e conquistou pela segunda vez a taça Padre Cícero, além do acesso para Série D nacional. Na fase final, o Rubro-Negro foi derrotado para o Fortaleza nos jogos de ida e volta por 1×0. A campanha do Cacique em 16 partidas foi de 5 vitórias, 6 empates e 4 derrotas. Aproveitamento de 43% dos pontos.

A equipe sobralense fez um grande primeiro turno na última temporada, quando conquistou o 1º lugar invicto e o acesso para a Copa do Brasil. Já na segunda fase do certame, com a entrada de Ceará e Fortaleza, o Cacique do Vale manteve uma boa campanha e terminou em 4º lugar, somente um ponto atrás do Ceará, conquistando vaga para a semifinal do torneio. O Guarany, novamente, foi o único clube do interior na fase final do estadual e conquistou pela terceira vez a taça Padre Cícero, dada ao melhor clube do interior do estado e garantiu acesso à Série D. Entretanto, houve a pandemia e a equipe foi desmontada, na semifinais sem a maior parte do seu elenco, o rubro-negro foi batido pelo Fortaleza por 1×0. A campanha somada do Guarany foi de 15 jogos, 8 vitórias, 4 empates e 3 derrotas. Aproveitamento de 62%.

Confira a foto da equipe que fez história conquistando o título do primeiro turno:

Foto: Reprodução/ Instagram

PRETENSÕES NO CAMPEONATO

O Guarany chegou as semifinais nas últimas temporadas, sempre batendo na trave. Para esta temporada, a equipe do interior, campeã das últimas edições da taça Padre Cícero, pretende chegar as finais do certame. O treinador escolhido pela diretoria foi Arnaldo Lira, comandante que tem passagens por Ceará, Fortaleza, Ferroviário e Icasa. “Vim com bastante entusiasmo para fazer um trabalho bom. Sabemos que o Guarany tem uma torcida forte e atuante e vamos sentir falta disso. Vamos procurar fazer como em todas as equipes: fazer o melhoro trabalho já feito aqui, como o acesso na Série D e ir à final do Cearense”, disse o técnico na coletiva de apresentação da equipe. Entretanto, Arnaldo teve pouco tempo para treinar um elenco feito praticamente do zero, por este fator a equipe abdicou de participar da Fares Lopes.

Foto: Amaral Torquato / Guarany de Sobral

O ELENCO

O treinador Arnaldo Lira, que promete fazer história no comando do Guarany, estava desde 2016 comandando equipes do interior da Bahia, como: Jacobina, Flu de Feira, Atlético-BA e estava no Bahia de Feira na última temporada. O elenco do Bugre foi reformulado quase por completo. Cabe a Arnaldo o desafio de montar um time competitivo em um curto espaço de tempo; conheça o elenco de 31 jogadores:

  • Goleiros: Rodolfo, Giovani Araújo e Otávio Oliveira
  • Zagueiros: Menezes, Alex Maranhão, Gleidson e Bruno Henrique
  • Laterais: Edcarlos, Franklin, Washington, Deca, Breno e Giva
  • Volantes: Samuel Gonçalve, Zé Augusto, Leandro Sobral, Leomir e Everton
  • Meias: Alex Sandre, Patuta, Luis Guilherme, Denilson, Isaac Bryan e Gabriel Jordan
  • Atacantes: Chael, Daniel Mendoça, Juninho, Geraldo, Jô, Breno Caetano e Lucas Grassi

Deixe uma resposta