CAMPEONATO BRASILEIRO Floresta Série C Série D

Floresta volta a ser derrotado e fica com o vice-campeonato da Série D

(Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)

No placar agregado, vitória do Mirassol por 2×0, que deu a conquista inédita ao time paulista

Na tarde deste sábado, 6, o Floresta enfrentou o Mirassol, às 16 horas, no Estádio José Maria de Campos Maia, o ”Maião”, como é conhecido, na cidade de Mirassol, no interior de São Paulo. O Lobo buscava reverter a desvantagem no placar agregado do jogo ida, quando perdeu por 1×0, no Estádio Carlos de Alencar Pinto, na capital cearense e sair com o título de Campeão Brasileiro da Série D.

Anúncios

Para sair com a taça, o Verdão precisava vencer por um gol de saldo, para forçar os pênaltis. Caso quisesse sair campeão no tempo normal, bastava uma vitória por pelo menos dois gols de diferença.

Primeiro Tempo

O jogo começou com as duas equipes tentando dominar o campo adversário, até a primeira chegada do Mirassol, aos 10 minutos, em chute cruzado de Netto. A partir daí, só deu Leão. Na segunda chance real de gol, o time paulista aproveitou. Em boa jogada de Luiz Henrique, o camisa 6 bateu forte, Douglas Diaz bateu roupa e a bola sobrou para o artilheiro João Carlos, que abriu o placar.

Somando o gol da primeira partida, com o sofrido logo nos 15 minutos inicias, o Floresta tinha dois tentos de desvantagem e demostrou sentir o golpe. Os comandados de Eduardo Baptista foram todos ao ataque. Aos 20, Luiz Henrique cruzou na medida para Netto, mas o atacante desperdiçou.

Sem chances reais de gols, apenas com chegadas imprecisas, o Verdão ainda se complicou mais no jogo, com a expulsão de Eduardo, aos 46 minutos. O zagueiro fez falta no meio e foi amarelado. No final da etapa, para deter ataque promissor do Leão, o camisa 4 fez falta no limite da grande área e recebeu o segundo cartão amarelo. Foi o último lance dos 45 minutos iniciais.

Final do primeiro tempo: Mirassol 1 x 0 Floresta

Anúncios

Segundo Tempo

Os 45 minutos finais iniciaram tal qual o primeiro tempo, com o time da casa dominando as ações. A equipe de Leston Júnior estava presq no campo defensivo e demonstrou não ter mais forças para tentar uma virada.

Com isso, novamente, só deu Mirassol. Aos 12 minutos, Cássio Gabriel levou perigo ao gol defendido por Douglas, em boa finalização. A bola bateu na rede, pelo lado de fora da trave. Minutos depois, foi a vez de Fabrício Daniel arriscar e também mandou para fora, com a bola raspando a meta do time cearense.

Leston Júnior colocou então o veloz atacante Renê. A mudança teve um impacto na produção ofensiva do time, mas nada muito significativo. O time cearense seguiu sem produzir chances reais de gols. Diferente do Leão, que continuou pressionando.

Já na marca dos 28 minutos, Netto fez linda jogada, deixou marcador no chão, mas na hora de finalizar dentro da área, bateu fraco. Melhor para Douglas Diaz, que encaixou. No mesmo minuto, mais uma grande chance. Gustavo Henrique recebeu sozinho, cara a cara com o goleiro, mas o camisa 1 saiu bem e impediu a finalização adversária. Era apenas questão de tempo para o título ficar no interior paulista. O Mirassol até seguiu tentando o segundo gol, mas o placar ficou nisso mesmo.

Fim de Jogo: Mirassol 1 x 0 Floresta

Título Inédito

Em 95 anos de história, o Mirassol teve poucas conquistas. Apenas divisões inferiores do Campeonato Paulista. Esta foi a primeira conquista nacional do Leão. Foi também o Bicampeonato dos paulistas no torneio, empatando com os cearenses e mineiros. A primeira taça do estado, foi em 2015, levantada pelo Botafogo.

Anúncios

Deixe uma resposta