Guto Ferreira comemora proximidade do Ceará de permanecer na elite, mas afirma: “Nosso compromisso é uma competição internacional”

Foto: Reprodução/Vozão TV

Treinador do Vozão falou em seguir um passo a passo dos objetivos do Ceará, mas demonstrou ambição em relação ao futuro do time alvinegro no Brasileirão

Na noite dessa quinta-feira (21), após uma exibição coletiva de gala e com show à parte de Vinícius, o “Vina”, o Ceará visitou e goleou a equipe do Goiás no estádio do Serrinha. Com um sonoro 0x4 como resultado do confronto, o Vozão somou mais três pontos no Campeonato Brasileiro Série A e voltou para a 10ª colocação. Além de Vina, que marcou dois gols e, além disso, deu duas assistências, Lima e Fernando Sobral também balançaram as redes a favor do Ceará. Dessa forma, o Alvinegro de Porangabuçu segue vivo na luta por uma vaga na Pré-Libertadores em 2021.

Anúncios

Passo a passo

Em coletiva pós-jogo, Guto Ferreira, treinador do Ceará, comentou sobre a ambição do seu elenco dentro do Campeonato Brasileiro: “Eles sabem muito bem o que eles querem. Dos objetivos, o primeiro é a manutenção. Agora, com esses 42 pontos, nós estamos muitos próximos de selar a nossa permanência. A partir disso, nós vamos trabalhar por uma Sul-Americana e, hoje, estamos próximos de brigar por uma oitava vaga na competição [Libertadores]. (…) Só que nosso objetivo é, primeiro, a manutenção e, depois, a Sul-Americana. Pensar nessa Pré-Libertadores só lá na frente. Depois de sacramentar os objetivos, aí que vamos ver se teremos condições de estar buscando [a vaga]. O comprometimento direciona a atingir os objetivos. Uma competição internacional é o mais importante”, declarou o técnico do Vozão.

Grande partida da equipe

Guto analisou a partida feita pelos seus jogadores e rasgou elogios à atuação da equipe do Ceará diante do Goiás, mostrando-se bem satisfeito: “O foco, hoje, estava bastante alto, com exceção dos primeiros cinco, seis minutos. Aquele gol bem invalidado chacoalhou a nossa equipe, que começou a tomar conta da partida. A partir do primeiro gol, fomos uma equipe muito cirúrgica, marcando forte e bem. Nossa zaga fez uma partida muito boa, o meio-campo também. O Vina esteve iluminado, com duas assistências e dois gols. No primeiro tempo, o eleito melhor da nossa equipe foi o Lima. No segundo tempo, garanto que foi o Vina. Poderia ter eleito o Sobral, o Fabinho, os dois zagueiros, enfim. Nossa equipe fez uma boa partida no geral e a gente está bem feliz com isso”, concluiu o comandante alvinegro.

Anúncios

Compromisso do Ceará

Mesmo comemorando o fato do Ceará estar próximo de garantir os 45 pontos que “confirmam” a permanência na elite, Guto Ferreira demonstrou ambição e confiança em relação ao futuro do Vozão no Brasileiro: “Nós não podemos parar por aqui. Nós temos que buscar mais. O nosso compromisso é atingir uma competição internacional. Então, nós temos que trabalhar para isso. Acho que estamos próximos de conseguir. Faltam sete jogos, que são difíceis, e nós temos que fazer partidas como a que fizemos hoje, com nível de concentração alto e com a equipe muito cirúrgica e assertiva, trabalhando muito bem defensivamente e sendo muito agressiva no aspecto ofensivo”, afirmou o treinador.

Jejum em casa e próximo duelo

Neste domingo (24), às 16h, o Ceará volta à Arena Castelão para receber a equipe do Palmeiras. Sem vencer como mandante há seis jogos, Guto Ferreira cobrou imposição por parte do Alvinegro dentro dos seus domínios e, além disso, projetou o duelo contra a equipe alviverde: “Nós temos que voltar a vencer no Castelão. Nós temos que nos impor e fazer valer o nosso mando de campo. Isso é um trabalho mental para fazermos com os jogadores. Será um jogo bastante difícil contra o Palmeiras. Nós já tivemos três partidas contra eles esse ano: foram duas derrotas e um empate. Vamos trabalhar para que a gente possa fazer uma grande partida e buscar os três pontos”, concluiu Guto.

Anúncios

Deixe uma resposta