Preparador físico do Fortaleza rasga elogios a estrutura do clube e fala sobre os jogadores: ‘São atletas muito comprometidos’

(Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)

Edy Carlos, preparador físico do Fortaleza, concedeu entrevista coletiva

Elogios a estrutura

O preparador físico Edy Carlos chegou ao Fortaleza na última sexta-feira, 08, juntamente do treinador Enderson Moreira. Apesar do pequeno período no clube, foi tempo suficiente para o profissional conhecer e se encantar com a estrutura nos dois Centros de Treinamentos do Tricolor. Além de elogiar as instalações do Leão, ele enalteceu as pessoas que fazem parte de toda a equipe cearense:

Anúncios

“A questão da estrutura eu achei fantástica. Não é porque eu tô chegando agora aqui, mas tanto o Pici, como o CT de Maracanaú são condições muito boas mesmo. Nós temos um processo de recovery (recuperação) muito bom, completo; duas academias muito boas. A estrutura das pessoas, que é o mais importante, fantásticas. Pessoas todas muito solicitas e prontas a fazer o Fortaleza crescer mais ainda em todos os aspectos. Então eu estou extremamente feliz, muito orgulhoso de estar com a equipe que a gente tem, e também com a estrutura que o clube oferece. Eu no pós-jogo, já no vestiário, fiquei muito contente com o que vi, com a entrega de todo mundo, ajudando e entregando o melhor para o atleta”.

Tomar cuidado

Para evitar lesões, e ter boa performance nesse final de temporada, Edy Carlos pediu cuidado e sinceridade aos atletas. Segundo o profissional, as vezes é melhor deixar de fazer um treinamento para que os jogadores possam se recuperar. Além disso, o preparador destacou que a comissão técnica “gosta muito de treinar”:

“As necessidades individuais é mais ter o cuidado mesmo. Nesse momento, a gente não consegue ter muito ganho no aspecto físico. Nós temos é que cuidar, para que a gente possa terminar essa temporada sem lesão, e numa performance ótima. Então é estar atento com todos os indícios e os detalhes. Os atletas tem que ser muito sinceros com a gente. As vezes é melhor a gente deixar de fazer um treino, do que perder duas semanas. Nós gostamos muito de treinar. O Enderson costuma dizer muito que a gente gira muito alto nos nossos treinos, porque a gente acredita muito no trabalho”.

Anúncios

Condição física boa

O preparador ainda aproveitou a oportunidade para elogiar os atletas do Fortaleza. Edy Carlos destacou a boa condição física e o comprometimento dos jogadores, além de ter ficado contente com o jogo do último sábado, 9:

“Eu cheguei e vi uma equipe muito aguerrida, muito competitiva, numa condição física boa. É evidente, óbvio, nós estamos no final de temporada, onde os níveis de estresse e desgaste são maiores. Mas eu fiquei muito contente com o jogo que fizemos no sábado, pela entrega dos atletas. Ninguém consegue entregar o que não pode dar. Então pelo jogo que nós fizemos, nos aspectos físicos, eu tenho certeza que é um grupo que está bem preparado. São atletas muito comprometidos, muito trabalhadores, e que estão numa condição física boa”.

Departamento médico vazio

Com as saídas de Juan Quintero e Roger Carvalho do departamento médico, o Fortaleza não tem nenhum jogador, por questões físicas, inaptos para jogar, com exceção de Max Walef, que fez cirurgia no joelho. O preparador vê o fato como positivo, e comentou sobre a volta dos dez atletas que haviam testado positivo para COVID-19 na última semana:

“Nós não temos nenhum atleta no departamento médico, com exceção do Max, que fez uma cirurgia. Então isso é muito positivo. Você chegar no final de temporada com os atletas todos disponíveis. Então nesse momento nós temos que utilizar os que estiverem em melhores condições, os que estiverem mais aptos a desenvolver o trabalho. São dez atletas que retornaram, que tiveram COVID-19. Eles voltaram bem, nós fizemos um treinamento ontem muito bom, o de hoje foi sensacional. Então tenho certeza que para o jogo de domingo, vamos chegar numa condição boa”, finalizou.

Anúncios

Deixe uma resposta