Inédito: em 2021, estado do Ceará terá sete clubes disputando divisões do Campeonato Brasileiro

Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC

Acesso do Floresta resultou em fato histórico e inédito para o futebol cearense

Na tarde desse último domingo (10), o Floresta visitou, na Arena das Dunas, a equipe do América-RN. O duelo, válido pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Brasileiro Série D, ou, em outras palavras, “jogo do acesso“, terminou com final feliz para o Verdão. Após vencer, primeiramente, a partida de ida por 2×0, o Lobo buscou um empate em 1×1 contra o time potiguar e conquistou a histórica vaga na Série C 2021. Núbio Flávio, ex-Icasa e ex-Fortaleza, fez o gol do acesso do time da Vila Manoel Sátiro.

Anúncios

Feito histórico e inédito

Com o acesso do Floresta para a Série C em 2021, algo inédito acontecerá, no mesmo ano, para o futebol cearense. Pela primeira vez na história, o estado do Ceará terá sete representantes em divisões do Campeonato Brasileiro. Em 2020, o futebol cearense teve cinco equipes participando de divisões do campeonato nacional. Por outro lado, em 2021, esta marca será superada e o recorde histórico será estabelecido. Além disso, cabe ressaltar que, em 2022, o estado do Ceará terá direito à três vagas na Copa do Nordeste, superando a atual marca, que dispõe ao estado apenas dois representantes.

Os representantes

Os sete clubes cearenses que disputarão divisões do Campeonato Brasileiro em 2021 estão divididos em três das quatro séries do torneio nacional. São elas: Série A, com dois representantes, Série C, também com dois clubes, e Série D, com três equipes. Dessa forma, os times cearenses que disputarão divisões do campeonato nacional são: Ceará e Fortaleza (Série A), Ferroviário e Floresta (Série C) e Atlético Cearense, Caucaia e Guarany de Sobral (Série D). Em contrapartida, como o Brasileirão Série A 2020 ainda não chegou ao seu fim e Ceará e Fortaleza ainda não garantiram suas respectivas permanências, a distribuição das equipes entre as divisões nacionais pode, com um eventual rebaixamento de Vovô ou Leão, mudar.

Anúncios

Campeões nacionais

Em toda a história, o futebol cearense tem três títulos nacionais. Primeiramente, em 2010, o Guarany de Sobral fez história ao conquistar a Série D e tornou-se o primeiro clube cearense com um troféu nacional. Em 2018, foi a vez de Ferroviário e Fortaleza entrarem para a lista. Em primeiro lugar, no meio do ano, o Ferrão bateu o Treze nas finais e faturou o título da Série D, juntando-se ao Guarany. Meses mais tarde, o Leão do Pici, que vinha fazendo uma excelente campanha sob o comando de Rogério Ceni, confirmou a conquista do Campeonato Brasileiro Série B, tornando-se o terceiro clube do estado com um título nacional. Por outro lado, o Floresta pode, ainda, juntar-se à lista de campeões nacionais no estado do Ceará. Para isso, precisará manter o grande desempenho na Série D 2020 e faturar a taça do torneio.

Vices

Além dos três títulos, o estado do Ceará tem, ainda, mais sete vice-campeões nacionais. Primeiramente, destaca-se o Fortaleza, com cinco vice-campeonatos. Em 1960 e 1968, o Leão bateu na trave e ficou com o segundo lugar nas Taças Brasil, mais tarde consideradas como Brasileiros Série A. Em 2002 e em 2004, ficou com o vice-campeonato da Série B. Por fim, em 2017, acabou com a segunda colocação da Série C. Além dos vices do Leão, o Ceará, em 1994, ficou com a medalha de prata da Copa do Brasil, após ser derrotado pelo Grêmio em partida bastante polêmica. Por último, em 2012, o Icasa finalizou a terceira divisão em segundo lugar.

Anúncios

Deixe uma resposta