Renato Gaúcho reclama de colaboradores do Fortaleza no Castelão: “Tem 300 caras aí”

(Foto: Reprodução/Premiere)

Reclamação foi feita durante o empate com o Tricolor de Aço neste sábado

O técnico do Grêmio (RS), Renato Gaúcho, reclamou durante o jogo válido pela Série A do Brasileirão neste sábado, 9, da presença de colaboradores do Fortaleza nas arquibancadas da Arena Castelão, os quais considerou como excessiva.

“Tem 300 caras aí. De onde surgiu tanta gente?”, questionou irritado o comandante gremista. O áudio foi capitado pela transmissão da partida feita pelo Premiere. No vídeo, compartilhado nas redes sociais, é possível ver cerca de 20 pessoas nas arquibancadas do estádio durante o duelo, que acabou empatado em 0 a 0. O embate marcou a estreia de Enderson Moreira no comando da agremiação cearense.

Está não é primeira vez que adversários do Leão do Pici “reclamam” da presença de pessoas na Arena em jogos contra o clube cearense. Na derrota por 1 a 0 para o Fortaleza, o vice-presidente de futebol do Internacional (RS) chegou a dizer que o time jogava com “torcida”, o que é proibido pelo protocolo de enfrentamento à covid-19 imposto pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Outro adversário que fez críticas foi o zagueiro Réver, do Atlético (MG), que após o revés do galo por 2 a 1 para o Tricolor de Aço, chegou a afirmar, em entrevista após a confronto, que “era para o estádio estar vazio”, ironizando a presença de pessoas na praça esportiva.

Em todas as as vezes, o Clube cearense emitiu nota afirmando que todas as pessoas que estavam nas dependências do estádio eram credenciadas e seguia o protocolo sanitário imposto pela CBF.

Um comentário sobre “Renato Gaúcho reclama de colaboradores do Fortaleza no Castelão: “Tem 300 caras aí”

Deixe uma resposta