Após votação, mudanças no estatuto do Fortaleza são aprovadas

(Foto: divulgação)

Por meio de votação, Fortaleza aprova mudança no estatuto

Nessa quarta-feira, 30, após votação dos sócios, algumas mudanças estatuarias do Fortaleza foram aprovadas. Cerca de 684 sócios participaram, sendo 647 desses a favor das alterações, e 27 contra. A sessão foi presidida por Eduardo Salles, secretário do Conselho Deliberativo do clube. Veja abaixo o que foi alterado:

Anúncios

Calendário de eleição

A primeira alteração aprovada foi quanto a mudança do calendário de eleições para os órgãos do clube. Anteriormente, a votação era realizada no primeiro sábado do mês de outubro, e agora, após a mudança, passará a ser no mês de dezembro, em um dos sábados. Vale lembrar que, o período de eleição continuará sendo de três em três anos.

O dia específico será escolhido pela mesa diretora do Conselho Deliberativo, de forma que exista uma compatibilidade entre o término do Campeonato Brasileiro e as eleições.

Medida tomada para evitar a troca de direção no meio da competição em questão, tendo em vista que a posse do mandato é feito logo após o resultado da votação.

Anúncios

Mudança no artigo 98

A segunda alteração ocorreu no artigo 98. Depois da votação, ficou acordado que, no caso de sucessão EXCLUSIVAMENTE por vacância, o mandato em questão não contará para a regra que impede de concorrer a reeleição. Dessa forma, o mandatário substituto, fica autorizado a concorrer a uma eleição e reeleição, contanto que o período total do seu exercício não exceda o limite de oito anos.

Vale ressaltar que, “sucessão por vacância”, se trata de quando o mandatário titular renuncia ao cargo, ou é excluído do quadro de sócios, ou venha a falecer. Dessa forma, o cargo fica vago, e o vice-presidente é escolhido para ser o substituto.

Em casos normais de sucessão, ou seja, sem ser pelo motivo citado a cima, o estatuto do Fortaleza continua permitindo uma eleição e uma reeleição.

Anúncios

Deixe uma resposta