Fortaleza

No aniversário de 42 anos do Clodoaldo, torcida do Fortaleza diverge sobre idolatria ao ‘baixinho’

Foto: Divulgação/Fortaleza

Nesta segunda-feira, 28, Clodoaldo completou 42 anos de vida. Nascido no Ipu, no noroeste do Estado, o ‘baixinho’ foi revelado pelo Fortaleza.

Logo na estreia, o atacante marcou dois dos três gols da vitória diante do Itapajé pelo Campeonato Cearense de 1999.

De acordo com o jornalista Luca Laprovitera, pelo Fortaleza, Clodoaldo marcou 128 gols (120 oficiais), sendo o terceiro maior artilheiro no geral e o segundo em jogos oficiais.

Foi campeão cearense em quatro oportunidades sendo duas vezes artilheiro. Além disso, tem um acesso à Série A e é maior artilheiro do clube em Série B e Copa do Nordeste.

No geral, são 30 gols em clássicos, 18 diante do Ceará e 12 contra o Ferroviário.

Os números com a camisa tricolor são inquestionáveis inclusive sendo considerado um dos melhores jogadores da história do futebol local. Seus feitos pelo Fortaleza são únicos e dignos de um dos maiores ídolos da história do clube, mas as suas passagens pelo Ceará conturbaram a relação com a torcida tricolor.

No Vovô, o ‘baixinho’ foi campeão cearense em 2006, após travar uma longa batalha judicial com o Leão, e 2011.

Com declarações polêmicas, a relação foi se deteriorando com o tempo e uma distância de quase 13 anos foi quebrada recentemente. O clube e o jogador tentam amenizar o passado e relembrar os bons momentos, mas alguns tricolores não perdoam.

Nas redes sociais, em meio as felicitações, alguns torcedores ainda demonstraram descontentamento com Clodoaldo.

Deixe uma resposta