Série D: Confira o raio-x dos confrontos decisivos para o acesso

Foto: CBF

Dois confrontos serão decididos via sorteio, sendo um deles o do representante cearense, Floresta, por indefinição de critérios de desempate

Neste final de semana, foram definidos os classificados para a fase de quartas de finais do Brasileirão Série D. Depois de 14 rodadas na fase de grupos e duas fases de ”mata-mata”, chegamos a fase mais aguardada, onde os classificados serão promovidos a terceira divisão do futebol nacional.

Classificados

No sábado (26), apenas um confronto. Melhor para o Fast/AM, que devolveu a derrota do jogo de ida, contra o Globo/RN e nos pênaltis avançou para a fase seguinte.

Anúncios

No domingo (27), sete confrontos movimentaram a tarde de decisões na competição. O representante cearense Floresta venceu de forma tranquila o Juventude Samas/MA, por 2×0 e chega pelo segundo ano consecutivo as quartas de finais da competição. America/RN, Altos/PI, Aparecidense/GO, Novorizontino/SP, Mirassol/SP, Marcílio Dias/SC também avançaram.

Confrontos Definidos

Nas duas primeiras fases de mata-mata, os duelos eram decididos de acordo com os grupos e as posições que cada clube conquistou na primeira fase. Já nas quartas de finais, é diferente. Um novo chaveamento é feito a partir das campanhas contando todas as partidas disputadas até aqui. O time de melhor campanha enfrenta o pior classificado e assim sucessivamente.

Com isso, temos dois duelos definidos. Confira:

Altos x Marcilio
Novorizontino x Fast

Falha no Regulamento e Confrontos Indefinidos

O América/RN passou com goleada por 5×1, com isso, empatou em pontos e em saldo de gols com a Aparecidense, porém perdendo em gols pró. Isso fez com que todos projetassem os duelos entre Aparecidense x Floresta e América x Mirassol. Contudo, o regulamento da CBF não prevê o uso deste critério como desempate para fazer o chaveamento desta fase.

A solução será a realização de um sorteio previsto para amanhã (28), ás 11 horas, na sede da entidade. Também será discutido a correção dessa falha para a próxima edição da competição.

3º: Aparecidense ou América /RN
4º: Aparecidense ou América /RN
5º: Mirassol
6º: Floresta

No nosso raio-x, seguimos com um breve resumo da campanha dos clubes classificados até aqui, mas sem sinalizar os adversários.

Altos x Marcilio

O Altos caiu no grupo A2, com times do Norte e Nordeste. Mesmo com equipes mais tradicionais, como o conterrâneo River e o Moto Club, o Jacaré não tomou conhecimento e liderou o grupo, chegando a 30 pontos. No mata-mata, superou o Rio Branco/AC com duas vitórias e nos pênaltis, tirou o campeão pernambucano Salgueiro. Clube com menos de 10 anos, o Altos pode recolocar o Piauí em uma das três principais divisões depois de 5 anos.

Anúncios

O Marcílio Dias, por outro lado, passou na última vaga do grupo A8, que tinha equipes do Sul e Sudeste. Nos duelos eliminatórios, o Marinheiro superou a favorita Ferroviária/SP e o Goianésia. Os catarinenses buscam voltar a Série C depois de 12 anos.

Novorizontino x Fast

O Novorizontino liderou de ponta a ponta o grupo A8, terminando a primeira fase com 31 pontos. Na fase eliminatória, superou o Cascavel/PR e o Goiânia, com goleada nos dois adversários. O Tigre tem apenas 10 anos e busca classificação inédita para a terceira divisão.

O Fast por sua vez, veio do grupo A1, que tinha apenas clubes da região Norte. O Rolo compressor ficou em segundo, com 26 pontos. No mata-mata, o clube amazonense eliminou o tradicional Moto Club e o Globo/RN, que veio da Série C e buscava o retorno no ano seguinte. O Fast não joga a terceira divisão desde 2007, quando ainda não existia a Série D e todos os estados tinham cota de vagas. Além disso, pode ser o segundo clube do estado nas três primeiras divisões nacionais, juntando-se ao Manaus, que estará na Série C 2021.

América

O América terá mais uma chance de sair da última divisão nacional. Rebaixado em 2016, o Alvirrubro colecionou três eliminações dolorosas. Agora, com uma forte campanha no grupo A3, que rendeu a liderança, com 28 pontos, o Mecão superou ainda o Coruripe/AL e o Galvez/AC, com roteiros parecidos. Empate na ida, fora de casa e goleada na volta, sendo 5×0 contra os alagoanos e 5×1 contra os acreanos.

Mirassol

O Mirassol passou na segunda colocação, com 26 pontos, no grupo A7, que mescla times do Sul e Sudeste, sendo o único do grupo ainda vivo na competição. O time treinado pelo conhecido técnico Eduardo Batista, passou sufoco contra o Caxias, avançando apenas nos pênaltis. Já contra o Brasiliense, a classificação veio de forma tranquila, com goleada por 4×0 na ida e derrota mínima por 2×1, na volta. Caso conquiste o acesso, o Leão retornará a divisão depois de 13 anos.

Aparecidense

A Aparecidense avançou na primeira posição do grupo A6, com 28 pontos, superando equipes do Sudeste e Centro-Oeste. É também o último time do seu grupo vivo na competição e último da sua região. Nos duelos eliminatórios, superou o Tupynambás/MG e São Luiz/RS com direito a goleada nos dois confrontos. Caso conquiste o acesso, será algo inédito em sua história.

Anúncios

Floresta

O representante cearense, Floresta, passou como terceiro, com 24 pontos, no grupo A3, formado por clubes nordestinos. O time de Leston Júnior passou no mata-mata pelo Itabaiana/SE, vencendo o jogo de ida por 2×1 e arrancando um suado empate na volta, por 2×2. Depois, contra o estreante Juventude Samas/MA, conquistou mais um sofrido empate na ida, também por 2×2 e uma vitória tranquila nesse domingo (27), por 2×0. Assim como o representante de Goiás, caso o Lobo da Vila Manuel Sátiro conquiste o acesso, será algo inédito em sua história.

Data dos jogos

Não há definição exata de data, hora e local. A CBF deve divulgar com precisão todas as informações de cada confronto nesta segunda (28) ou na terça (29). As partidas de ida estão previstas para os dias 02 e 03 de janeiro. Já os duelos de volta serão nos dias 09 e 10 do mesmo mês.

Anúncios

Deixe uma resposta