Ceará

“Eu ainda acredito no nosso acesso”, pontua Sérgio Alves após revés das Meninas do Vozão para o Botafogo

Foto: Reprodução/Ceará S.C.

Técnico pontuou a necessidade de tranquilidade da equipe para a partida de volta

A equipe feminina do Ceará Sporting Club vive um momento decisivo. A equipe disputa com o Botafogo-RJ uma vaga no Brasileirão Série A1, a elite do futebol feminino brasileiro. Na partida de ida entre as duas equipes, festa dos cariocas. Vitória do Botafogo-RJ por 2 a 1, jogando no Rio de Janeiro. A partida de volta do duelo está marcada para o próximo domingo, 20, às 20:00. 

O técnico das Meninas do Vozão, Sérgio Alves, concedeu entrevista coletiva, na qual comentou sobre o revés na partida de ida: “O jogo foi parelho. Nenhuma das duas equipes foi superior uma da outra. Fizemos um bom primeiro tempo, fizemos o gol. No segundo tempo sentimos um pouco. Algumas atletas tendo câimbras, outras saindo lesionadas, e nós procuramos dentro do jogo fazer as substituições para que a gente pudesse sair de campo com um resultado satisfatório. Tomamos dois gols que não poderíamos ter tomado: um gol de bola parada, que foi o que nós vimos durante todo o tempo que foi possível estudando a equipe do Botafogo, uma jogada que elas têm forte, principalmente o escanteio, que foi de onde saiu o gol, e depois tomamos o segundo gol, um apagão do meu setor defensivo. Mas estou bastante confiante, acredito que elas irão reverter a situação no jogo de volta. Eu ainda acredito no nosso acesso.”

Anúncios

Sérgio também comentou sobre suas expectativas para o confronto decisivo do próximo domingo: “Nós temos que ter tranquilidade nesse momento. Nós temos que conversar bastante com as atletas durante a semana. Nada está perdido, ninguém pode se entregar. Perdemos o primeiro confronto, a primeira batalha, mas não perdemos a guerra. A nossa equipe é uma equipe que a cada jogo marca gols, dessa vez só fizemos um, não tivemos muitas oportunidades e sofremos dois. Mas nada está perdido, vamos trabalhar, vamos descansar, vamos conversar bastante com as atletas e eu tenho certeza que o jogo de volta será um outro jogo, bem diferente do que foi esse primeiro.”

Por fim, o treinador pontuou aquilo que trata como fundamental para que sua equipe consiga reverter o placar: “Nós temos que ter tranquilidade o tempo todo, nada está definido. Mesmo se tivéssemos vencido a partida iria ter um gol contra. Agora dessa vez vamos jogar em casa e basta fazer dois gols, no mínimo um para decidir nossa vaga nos pênaltis, mas dentro de casa com certeza a história será outra porque nós temos uma semana para trabalhar e com certeza vamos trabalhar em cima dos erros que cometemos principalmente nos 45 minutos finais.”

A equipe feminina do Ceará volta a campo justamente no próximo domingo, 20, às 20 horas, quando encara mais uma vez o Botafogo. Até lá a equipe segue trabalhando forte para buscar ter um bom desempenho em campo e conseguir o tão sonhado acesso à Série A1 do Brasileirão Feminino.

Anúncios

Deixe uma resposta