Fortaleza

Felipe Alves vê jogo difícil contra o RB Bragantino e diz que é preciso fazer um “jogo inteligente”

(Foto: Pedro Chaves/AGIF)

Felipe Alves comenta sobre partida diante do RB Bragantino

Partida difícil

Nesta sexta-feira, 11, o goleiro Felipe Alves, em entrevista coletiva, comentou sobre o confronto diante do RB Bragantino, que acontece nesse sábado, 12. Para o arqueiro, a partida será difícil, principalmente por ser fora de casa:

Anúncios

“Ah, jogo difícil, né. A gente sabe que não existe jogo fácil nessa competição, e jogar fora é sempre mais difícil, porque o adversário também busca a vitória o tempo todo. Então a gente tem que ser inteligente, estudar bastante o nosso adversário, e colocar em prática aquilo que o Chamusca vem nos pedindo nos treinamentos da semana”.

Defesa sólida

O Fortaleza vem tendo uma defesa bastante consistente no Campeonato Brasileiro. Então, Felipe Alves, que contribui diretamente para os bons números defensivos, comentou sobre a importância de não levar gols, e ressaltou que é preciso manter o foco. para continuar com o bom desempenho ali atrás:

“A gente sabe que não tomando gol, chance de fazer gol a gente vai ter ali na frente, como vem acontecendo. Futebol as vezes é imprevisível, as vezes você cria muito e não faz gol, as vezes você tem uma chance e ganha de 1 a 0. Então é manter esse foco de não levar gol, de tentar ser uma defesa sólida, como a gente vem sendo dentro da competição, que eu tenho certeza que a gente vai fazer o gol e as coisas vão fluir”.

Anúncios

Jogo inteligente

O RB Bragantino é mais um concorrente direto do Fortaleza nesse Brasileirão. Diante disso, Felipe Alves ressaltou que o time precisa tomar cuidado e usar da inteligência para conseguir trazer na bagagem um resultado positivo:

“Todo cuidado é pouco, a gente sabe que não existe jogo fácil. Quem está lá embaixo quer brigar para estar lá em cima. A gente sabe que é um adversário que briga diretamente com a gente, que se conseguir a vitória acaba nos passando. Então a gente tem que fazer um jogo inteligente, saber sofrer no momento de pressão da equipe adversária, que vai acontecer dentro da partida, mas também ter a consciência de que a gente também vai ter o nosso momento de pressionar, e de criar as nossas chances também. Então dentro desse equilíbrio, desse emocional, a gente tem que ser inteligente para saber matar o jogo na hora certa”.

Não cair na pilha

A equipe da Bragança paulista, devido ao estilo de marcação, acaba sendo um time que faz muitas faltas. Por isso, Felipe Alves pediu atenção dos jogadores do Fortaleza, para que o clube cearense acabe não caindo na pilha do adversário e possa usar esse jogo mais físico a seu favor:

“A gente tem que ficar atento para não cair na pilha deles. Não é porque ele são um time faltoso que a gente tem que entrar nessa de ser faltoso também. Acho que a gente tem que responder isso jogando futebol, colocando a bola no chão, girando a bola rápido, criando chances de gol, fazendo gol, porque quando você faz gol e fica com a bola, praticamente você acaba cansando o adversário. Se eles continuarem nessa de fazer falta, tem arbitragem, cartão amarelo, expulsão que pode nos ajudar. Aproveitar as bolas paradas, já que é um time que faz bastante falta”.

Siga o Portal Futebol Cearense no TwitterFacebook Instagram.

Anúncios
Guilherme de Andrade
Tenho 19 anos e curso jornalismo.
http://guilhermesport.wordpress.com

Deixe uma resposta