Ceará

“Foi mortal nos contra-ataques”, avalia Guto Ferreira após goleada do Ceará sobre o Vasco

Foto: Reprodução/Vozão TV

Guto destacou o bom rendimento ofensivo do time e o respeito ao adversário

Após a goleada do Ceará sobre o Vasco em São Januário, pelo placar de 4 a 1, o técnico do Alvinegro Cearense, Guto Ferreira, concedeu entrevista coletiva e comentou sobre o bom desempenho da equipe no campo de jogo, que resultou no importante triunfo do time na noite desta segunda-feira, 30, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

Anúncios

Guto foi perguntado sobre a importância dessa vitória tendo em vista a sequência difícil na Série A pela qual o clube passou recentemente: “Eu acho que a gente vinha de jogos de enfrentamento contra cinco clubes que hoje figuram do primeiro ao sétimo lugar: o primeiro, o segundo, o quinto, o sexto e o sétimo do Campeonato Brasileiro neste momento. Nós fomos mal em duas partidas: na partida de ida da Copa do Brasil, contra o Palmeiras lá e a partida contra o Grêmio. Foram as duas partidas que nós tivemos abaixo. Todas as partidas em casa e mais a partida fora contra o Santos nós tivemos um bom desempenho, conseguimos uma vitória em casa contra o Santos. Não tivemos os resultados que a gente gostaria, por exemplo, contra o Atlético-MG nós estivemos perto do resultado, contra o Palmeiras nós estivemos perto de virar o jogo, contra o São Paulo nós estivemos próximos do resultado também. E aí a gente veio para enfrentamento das equipes que estão mais próximas da gente na tabela. Nós fizemos uma partida muito boa, a equipe se dedicou muito. O jogo começou a fluir logo no início, com a grande jogada do Pedro Naressi fazendo 1 a 0. Depois nós tivemos lances de condição de fazer o segundo, que o Cleber acabou fazendo em um grande lance do Léo Chú no cruzamento. O Saulo entrou muito bem no segundo tempo, fez o seu gol, conseguiu um pênalti que nos deu o quarto gol. Eu acho que a equipe taticamente correu pouco risco e teve uma atuação ofensiva muito produtiva, a gente fica feliz com isso. Se a gente tiver desempenho com certeza nos próximos jogos a gente vai ter condições de conseguir novos resultados como esse. Não digo questão de placar, mas digo questão de vitoria”.

O treinador alvinegro também comentou sobre a boa atuação do centroavante Cléber, que hoje marcou mais um gol com a camisa do Ceará no Brasileirão Série A: “O Cleber é um jogador importante, é um jogador que vem crescendo, é um jogador que é o primeiro momento dele na Série A do Campeonato Brasileiro, tem muito o que aprender, o que amadurecer. Mas a postura dele dentro de campo, a luta dele, o esforço dele, faz com que ele tenha partidas como a de hoje, de bom nível, que possa ajudar nossa equipe. É o sexto gol dele no Brasileiro. Isso ajuda muito: centroavante que faz gol. Eu acho que sempre que ele puder trabalhar dessa maneira, que ele conseguir trabalhar dessa maneira, pode ter certeza que ele vai nos ajudar muito”.

Anúncios

Questionado sobre os pontos-chave para essa grande vitória do Ceará, Guto listou alguns fatores que considerou fundamentais para a construção do resultado: “Eu acho que foi o foco, a vontade de vencer. Tratou o adversário com a maior seriedade possível, procurou não dar espaços e foi mortal nos contra-ataques, foi muito preciso nos contra-ataques. Procurou ter a estratégia da melhor maneira possível e, quando teve espaços, jogou, quando teve que jogar, jogou também. Então acho que isso foi de suma importância: a humildade e a entrega que teve na partida”.

Guto Ferreira também pontuou que o fato da equipe ter tido alguns dias de descanso ajudou tanto na preparação tática da equipe como no recondicionamento físico dos atletas: “A gente não está colocando em consideração aqui que pela primeira vez nós tivemos cinco dias de descanso. Quando nós tivemos seis dias de descanso nós vencemos nosso oponente, que foi o Coritiba. A gente vinha em um desgaste muito grande e agora nós tivemos cinco dias de descanso. Tivemos problemas de ordem física com o Charles. O Pedro entrou muito bem na equipe. Eu acho que quem entrou conseguiu dar conta do recado e fazer com que as baixas, que eram baixas expressivas, não fossem sentidas. A equipe se entregou muito. Tem um crescimento muito grande da parte do Lima e do Léo Chú pelos lados do campo, que em sintonia com o Vina, vem fazendo a equipe crescer, jogar muito mais ofensivamente. A equipe consegue ter uma postura sólida defensiva e agressiva quando ataca”.

Por fim, o comandante alvinegro falou sobre a continuação da temporada e as esperanças para os próximos jogos da equipe: “É uma competição que está muito equilibrada. A gente não pode se empolgar com essa situação. Essa situação foi importante sim, mas ela não vai reger o próximo jogo. No próximo jogo nós temos que buscar repetir um desempenho parecido contra um adversário que vem em uma situação melhor que o Vasco. A gente vai tentar fazer o nosso melhor para que a gente possa de novo repetir essa situação e conseguir seguir subindo na tabela”.

Na próxima rodada da Série A o Ceará encara o Bahia, fora de casa. A partida, válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, ocorrerá no próximo sábado, 5, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 19 horas.

Anúncios

Deixe uma resposta