CAMPEONATO BRASILEIRO Ceará

CBF divulga nota oficial sobre a arbitragem de Ceará x São Paulo: “comunicação paralela prejudicou o diálogo entre o árbitro e VAR”

Foto: Kely Pereira/AGIF

Entidade do futebol brasileiro divulgou nota e explicou o ocorrido no gol anulado do São Paulo após o reinício do jogo

Na noite dessa última quarta-feira (25), Ceará e São Paulo duelaram na Arena Castelão, em confronto atrasado válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2020. A partida terminou empatada em 1×1, com gols de Diego Costa, zagueiro do Tricolor Paulista, e de Leo Chú, atacante do Ceará. Um lance, porém, roubou a atenção do confronto: Pablo marcou o que seria o segundo gol do São Paulo, mas estava impedido. A arbitragem de campo, inicialmente, anulou o gol, mas o VAR concluiu, em uma primeira revisão, que o gol havia sido legal, o que fez o juiz validar o tento. Após o centro ser batido, porém, o árbitro mandou os jogadores esperarem e, depois de uma conversa com o árbitro de vídeo, anulou o gol após o reinício da partida, o que é proibido dentro do esporte.

Anúncios

CBF divulga nota

Na noite desta quinta-feira (26), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) emitiu uma nota da Comissão Nacional de Arbitragem explicando o ocorrido no lance, afirmando que, após a análise dos áudios e imagens da cabine do VAR e dos fatos ocorridos na partida entre Ceará e São Paulo, a Comissão Nacional de Arbitragem esclareceria a ordem e o porquê dos acontecimentos que levaram à anulação de gol do time paulista.

Os fatos

Numerados de um a seis, a nota informa, inicialmente, que a arbitragem de campo acertou e marcou o impedimento (existente) no gol do São Paulo e o invalidou. Em seguida, houve uma primeira checagem da jogada de ataque do São Paulo e o Árbitro de Vídeo concluiu ser gol legal, fazendo o árbitro de campo validar o tento sem a necessidade de ir à cabine. Após isso, porém, a nota afirma que ainda havia um segundo lance a ser revisado (o lance em que Pablo estava, de fato, em posição irregular) e que o VAR solicitou ao Árbitro de Campo que aguardasse a conclusão da checagem para autorizar o reinício do jogo. O problema é que, devido a uma comunicação paralela entre Árbitro de Campo e Quarto Árbitro sobre um cartão amarelo para Vina, a comunicação entre Juiz e VAR foi prejudicada, fazendo o Árbitro de Campo autorizar a batida de centro. Após isso, de forma imediata, o Árbitro de Vídeo alertou ao de Campo, que interrompeu o jogo, já em movimento, para a conclusão da segunda revisão do lance. Por fim, após a checagem, foi visto que o gol do São Paulo era, de fato, ilegal, fazendo que o árbitro mantivesse a primeira decisão, a de campo.

Anúncios

Convite aos clubes

No final da nota, a CBF abriu as portas de sua sede para que tanto o Ceará como o São Paulo possam ir até ela para qualquer explicação que desejem ter. Segue a declaração: “Diante do Ocorrido, a Comissão Nacional de Arbitragem facultou aos clubes envolvidos na partida a possibilidade de comparecerem à sede da Confederação Brasileira de Futebol para os esclarecimentos que se façam necessários”, afirmou o comunicado.

Anúncios

One Reply to “CBF divulga nota oficial sobre a arbitragem de Ceará x São Paulo: “comunicação paralela prejudicou o diálogo entre o árbitro e VAR”

Deixe uma resposta