Fortaleza

Wellington Paulista almeja os 45 pontos e diz não saber o motivo de ter virado reserva com Ceni

(Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)

Wellington espera receber mais oportunidades

Buscando a vitória

Nesta segunda-feira, 16, na reapresentação do elenco, Wellington Paulista, atacante do Fortaleza, concedeu entrevista coletiva. O atleta falou sobre a sequência de derrotas da equipe, e lamentou sair de campo derrotado, mesmo jogando bem:

Anúncios

“É complicado perder, ainda mais quando perde jogando bem. Então a gente espera que a gente consiga agora nos próximos jogos continuar jogando bem e buscando a vitória a todo momento, porque vai ser importante para a gente. Não importa se jogar feio, e ganhar o jogo. O mais importante para a gente é ganhar o jogo”.

Espera ter mais oportunidades

Com a chegada de Marcelo Chamusca, Wellington Paulista, que não vinha sendo tão aproveitado por Rogério Ceni, espera ter mais oportunidade, e diz não saber o motivo de ter ficado vários jogos no banco quando o ex-treinador do clube estava no comando:

“Eu espero que sim, né. A gente nunca espera estar fora, nunca espera ficar no banco. Eu particularmente não sei o motivo de ter ficado fora, mas agora eu espero que eu tenha mais um pouco de oportunidades para que eu consiga mostrar meu potencial e ajudar meus companheiros”.

Anúncios

Feliz em voltar a fazer gol

Wellington descreve a sensação de ter voltado a marcar um gol, e lamentou ter ficado um tempo apenas sendo convocado para o jogos, sem poder ajudar os companheiros dentro de campo:

“Felicidade extrema, né. Porque ficar um ‘tempão’ sem jogar, um tempo só indo para o jogo e nem entrando nos jogos, e eu era acostumado a jogar, estar sempre ajudando meus companheiros, e quando fica muito tempo sem jogar assim, fico muito chateado, muito triste e acabo perdendo o ritmo de jogo. Então acho que o mais importante era voltar a atuar”.

Em busca da permanência

Para o camisa nove, as chances do Fortaleza continuam as mesmas , mesmo com a mudança de treinador. Ele ainda acrescenta que o primeiro objetivo do clube segue sendo a permanência:

“As chances continuam as mesmas. A gente está sempre em busca do nosso primeiro objetivo, os 45 pontos primeiro, e depois, conseguindo essa meta, a gente vai almejar coisas maiores, né”, finalizou.

Anúncios
Guilherme de Andrade
Tenho 19 anos e curso jornalismo.
http://guilhermesport.wordpress.com

Deixe uma resposta