Fortaleza Série A

“A gente merecia um resultado melhor”, lamenta Chamusca, após derrota do Fortaleza

Foto: Reprodução/TV Leão

Técnico do Fortaleza analisa sua estreia com derrota e destaca: “O resultado foi ruim, mas a performance não foi”.

O Fortaleza enfrentou o São Paulo neste sábado (14) e saiu derrotado por 3×2 em casa. O jogo marcou a estreia de Marcelo Chamusca no comando do Fortaleza, e o recém-chegado treinador analisou a sua primeira partida em coletiva realizada após o jogo.

Anúncios

Atuação

Avaliando a atuação do elenco em sua estreia, Chamusca respondeu que “O resultado foi ruim, mas a performance não foi. Acho que tivemos uma boa performance no jogo, principalmente no segundo tempo. No primeiro tempo a gente esteve muito bem organizado na fase defensiva, tanto que São Paulo criou muito pouco, o gol foi no final do primeiro tempo e em uma situação de bola parada. No segundo tempo o São Paulo começou a jogar nos nossos erros e quando estávamos melhor no jogo, tomamos o gol, tivemos a capacidade de buscar o 2×2 e em um erro de saída, eles aproveitaram muito bem as poucas oportunidades que eles criaram.”

Anúncios

Falhas na segunda linha defensiva

Perguntado sobre os gols sofridos após falhas na segunda linha de marcação e o que faria para corrigir isso, o técnico respondeu: “Eu pretendo treinar, eu fui contratado para trabalhar e treinar a equipe em todas as fases do jogo. Mas é impossível você trabalhar situações conceituais em apenar um treino, vamos precisar de um pouco mais de tempo para primeiro fazer as análises necessárias, mas isso é uma coisa que vamos trabalhar internamente, penso que sempre os gols sofridos são erros coletivos e nunca individuais. A gente vai com muita atenção e sensibilidade fazer a análise dessas situações conceituais, de compactação, quebra de linha, organização defensiva, pra que a gente possa melhorar para os próximos jogos e em um treinamento, ainda mais com um jogo na quarta, jogadores em processo de recuperação, eu nem pude treiná-los, na verdade, foi mais uma situação de posicionamento tático, onde gastamos 15 minutos. Acho, que pelo tempo que a gente teve para treinar, assimilação, entrega e atitude dos atletas foi muito interessante e, nesse quesito, eu estou satisfeito.

Contratações

Questionado sobre os poucos dias que faltam para o fim do prazo de inscrições de atletas, Marcelo divulgou que: “A gente já tá com nomes bem encaminhados em posições bem definidas. São posições que hoje entendemos que existe uma carência, porque, por exemplo, hoje a gente teve uma dificuldade de reposição no segundo tempo porque a gente tá vivendo um ano atípico, na sexta-feira perdemos dois jogadores muito importantes, o Osvaldo e o Yuri (César), que poderiam estar hoje e dar a velocidade que a gente precisa no segundo tempo, ou até começar o jogo, e a gente ter outras peças para que pudéssemos repor. A análise que fizemos junto com o presidente, com a diretoria, é que precisamos de um plantel com número maior. Jogadores com características próximas ao que a gente tem, jogadores de extremos de velocidade, a busca de um jogador mais central e vamos buscar zagueiro também. São as posições que a gente entende hoje que são as mais importantes.”

O próximo jogo do Fortaleza comandado por Chamusca será na quinta (19), às 19 horas, contra o Vasco da Gama, em jogo válido pela 16ª rodada, atrasada.

Anúncios

Deixe uma resposta