Fortaleza

Bergson revela sentimento de revolta contra arbitragem, e agradece pela confiança de Ceni e Marcelo Paz

(Foto: Dudu Oliveira/Fortaleza EC)

Atacante foi titular pela primeira vez

Nesta segunda-feira, 09, a mais recente contratação do Fortaleza, o atacante Bergson, concedeu entrevista coletiva, e claro, comentou sobre o tema “arbitragem“. O atleta comentou sobre o sentimento que os atletas vem tendo com os corriqueiros erros contra a equipe cearense:

Anúncios

“Sentimento é de bastante revolta, porque a gente sabe que são vários erros consecutivos que pesam contra a gente dentro das partidas. Contra a gente, a maneira de analisar está sendo bem rígida, vamos dizer assim. Para quem acompanha, viu a entrevista que o Felipe deu, e na minha opinião ele foi muito feliz. A gente fica chateado, e o nosso sentimento é de revolta, porque a gente não se conforma com isso”.

Bergson teve sua primeira oportunidade de titular no Fortaleza contra uma de suas ex-equipes, e logo de cara já fez valer a famosa “Lei do Ex”. O atleta comentou qual o sentimento que teve ao marcar, e explicou o motivo de não comemorar:

“Foi uma mistura de sentimentos, na verdade. Eu tinha muita vontade de extravasar na hora, mas eu já tinha mentalizado também que, se acontecesse de eu marcar, eu não comemoraria por respeito aos meus ex-companheiros que eu tinha ali, a história também que a gente fez dentro do clube. Mas o pessoal que me conhece sabe a vontade de extravasar que eu estava, porque marcar um gol com a camisa do Fortaleza foi muito gratificante para mim”.

Perguntado se após fazer o gol logo em sua estreia como titular, ele teria mais oportunidades como titular, o atacante respondeu que não sabe como será o futuro, mas que pretende ajudar o clube, começando entre os onze inciais ou não:

“Não tenho noção de como vai ser daqui para frente, mas a minha ideia é de poder ajudar enquanto eu estiver em campo, e se eu não estiver em campo, ajudar de alguma maneira. Procuro estar sempre a disposição para fazer o meu melhor, independente de titular ou não. Temos muitos jogadores de qualidade, capacitados para exercer aquilo que o Rogério pede”.

Anúncios

Comentando sobre o próximo desafio do Fortaleza, que será o Bahia, na quarta-feira, 11, em jogo atrasado do primeiro turno, Bergson projeta uma partida difícil, mas ressalta que a sua equipe vai em busca de conquistar pontos:

“Projeto mais um jogo difícil, mais um adversário que tem as suas forças, sua qualidade, mas que a gente também precisa pontuar, a gente precisa competir, somar pontos, e é isso que a gente vai procurar fazer. Independente do adversário que encontrarmos, a gente já mostrou que tem condição de brigar de igual para igual”.

Para finalizar, o atacante comentou sobre sua relação com Rogério Ceni, e aproveitou a oportunidade para agradecer a confiança do técnico e de Marcelo Paz, presidente do clube:

“A minha relação com ele tem sido a melhor possível, acho que não só a minha, mas do grupo todo. Eu tenho que só agradecer a ele, agradecer ao presidente, que confiaram em mim, que me deram a possibilidade de demonstrar o meu valor, demonstrar quem eu sou. Eu agradeço muito a eles”.

Anúncios
Guilherme de Andrade
Tenho 19 anos e curso jornalismo.
http://guilhermesport.wordpress.com

Deixe uma resposta