Ceará Ferroviário Fortaleza fut7 OPINIÃO

Após campanha na Copa do Nordeste, Fut 7 cearense pede passagem; Ceará e Fortaleza estudam entrar na modalidade

Foto: Divulgação/CBF7

Uz Resenha foram vice-campeões regionais

A segunda edição da Copa do Nordeste de Futebol 7 aconteceu em Maceió e terminou com o CSA, equipe tradicional do futebol brasileiro, sendo campeão da Lampions League do society.

Com quatro representantes na competição, o Ceará foi o Estado com mais equipes no torneio. Eusébio, Clube Futsal Maraponga, Murão e Uz Resenha representaram os cearenses no certame.

UZR e Maraponga duelaram na semifinal enquanto Eusébio e Murão pararam nas quartas de final.

Com o bom resultado na competição regional, o Estado mostra uma enorme evolução na modalidade e que pode chegar no melhor patamar do país.

Atualmente, Piauí, Alagoas, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul são potências na modalidade com contratos profissionais e estabilidade para os envolvidos assim fazendo uma modalidade sustentável.

Na última semana, o Grêmio causou um alvoroço no Fut7 ao anunciar Falcão, ex-jogador de futsal, como reforço. O impacto foi imediato tanto que a investidores resolveram apoiar a modalidade.

Nos últimos anos, o Fut 7 cearense vem galgando novos degraus em busca do seu profissionalismo para que o esporte seja visto como um trabalho sério e não mais como hobbie.

Algumas conquistas das federações estaduais: patrocínios de grandes empresas, transmissões ao vivo nas redes sociais, além da plataforma de streaming Mycujoo, participação em competições nacionais, além de toda uma organização profissional em volta das competições. Existem profissionais de saúde nos jogos, além de setores jurídicos para analisar casos de indisciplina dos jogadores e cursos para qualificar a arbitragem.

Atualmente, apenas Ferroviário e Calouros do Ar, equipes tradicionais do futebol cearense, participam de competições de Fut 7, mas Ceará e Fortaleza já analisam entrar na modalidade nos próximos anos.

Deixe uma resposta