Fortaleza

“Estou muito bem”, analisa Yuri César, sobre seu momento no Fortaleza

(Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC)

Yuri César concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, 28

Nesta quarta-feira, 28, após a reapresentação do elenco, Yuri César, atacante do Fortaleza, concedeu entrevista coletiva, e aproveitou a oportunidade para comentar sobre o seu momento dentro do clube cearense:

Anúncios

“Acho que estou muito bem. Aproveitei todas as oportunidades que eu tive. Me sinto muito confortável aqui, trabalhando, sempre firme, concentrado para fazer o meu melhor”.

Yuri comentou sobre a eliminação do Fortaleza, diante do São Paulo, que para ele foi dura. Porém, o atleta acredita que o título do Campeonato Cearense aliviou um pouco a desclassificação da Copa do Brasil:

“É duro sair do jeito que foi. A gente ter lutado até o final, conseguindo levar para os pênaltis, mas a gente não conseguiu (classificar), infelizmente. Mas acho que deu para dar uma aliviada pelo título que a gente ganhou, e para mim é muito especial ser campeão estadual duas vezes, tão novo e tendo essa marca. Então fico muito feliz disso, e agora é focar no brasileiro e fazer um grande campeonato”.

O próximo adversário do Fortaleza na temporada será o Fluminense, no próximo sábado, 31, às 21h. Dessa vez, a partida é válida pelo Campeonato Brasileiro. Com isso, o atacante leonino comentou sobre os pontos positivos da equipe carioca:

Anúncios

“Time que tem boa marcação, tem um ataque muito rápido, o Marcos Paulo é um jovem também, que vem muito bem. Então é como eu falei, focar aqui no trabalho, ver o que o Rogério vai pedir para a gente, as estratégias de jogo, para poder sair com a vitória”.

Yuri César é presença garantida em todos os jogos do Fortaleza, seja iniciando como titular ou entrando no decorrer dos jogos. O atleta comentou sobre ser titular ou não, e disse que a entrega tem que existir, independente de estar entre os onze iniciais ou não:

“O Rogério deixa bem claro que não existe jogador titular com ele, então eu tenho que trabalhar, como sempre fiz, trabalhar firme, porque todo jogo pode precisar de mim. Então se eu tiver que entrar de titular, eu vou dar o meu melhor, e quando eu entro no decorrer da partida, eu tenho que dar o meu melhor também”, finalizou.

Anúncios
Guilherme de Andrade
Tenho 19 anos e curso jornalismo.
http://guilhermesport.wordpress.com

Deixe uma resposta