Torcedores do Fortaleza divergem sobre mudança de escudo; entenda

Foto: Divulgação/Fortaleza EC

Nos últimos dias, a discussão sobre a mudança de escudo aumentou entre os tricolores

No último domingo (18), o Fortaleza lançou, em virtude das comemorações de seu aniversário, a “Les Bleus”, terceiro uniforme do tricolor, que teve estreia na vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras. Além da cor azul marinha, outra coisa que difere da camisa tradicional é o escudo. Nela, é usado o primeiro escudo do clube, quando foi fundado, em 1918.

Anúncios

Esse acontecimento trouxe à tona uma discussão que volta em meia aparece entre os tricolores: a mudança de escudo. Existe uma parcela da torcida leonina que defende a volta do primeiro escudo, outra parte não. Diante disso, o Portal Futebol Cearense entrevistou dois torcedores do Fortaleza: Luca Laprovitera (a favor) e Larissa Farias (contra),

Segundo Luca, a alteração de escudo é viável, dentre alguns aspectos, por uma questão de identidade: “Existem vários motivos para uma mudança de escudo do Fortaleza, uma delas é a questão da identidade. Querendo ou não, já há algumas décadas, o Fortaleza tem escudos que não são originais, primeiro do Fluminense, depois do São Paulo, que são escudos que não nasceram com o Fortaleza. Além disso, existem torcedores que preferem o símbolo original. É um símbolo bonito, bastante moderno, apesar de ser o primeiro símbolo do clube.”

Reprodução/Internet
Anúncios

Já para a Larissa, o debate mostra que o torcedor tem papel importante no clube, mas acredita que uma mudança no escudo não é necessária: “A discussão sobre a mudança do escudo é válida, é um sinal que o torcedor tem uma voz ativa dentro do clube mas, acredito que voltar ao escudo original é retroceder. Uma reformulação do escudo atual ou até a criação de um novo, já que muitas pessoas veem o escudo atual como um escudo genérico e muito parecido com o de outros clubes, é mais válida. Não esquecer o escudo original do clube, que inclusive é esteticamente muito mais bonito, mas sim usar ele somente em algumas camisas como forma de homenagear as origens do Fortaleza.”

A mudança de escudo é algo que vem acontecendo em diversos clubes. Mais recentemente no Brasil, o Athetico Paranaense sofreu uma mudança não só no escudo, mas no nome e uniforme. Mesmo tendo ideias contrárias, ambos acreditam que no Fortaleza isso não aconteceria. Luca, que além de tudo, é um dos idealizadores do movimento de mudança, afirma que o foco não é esse: “A intenção não é uma mudança drástica. A mudança do símbolo não mudaria a estética das camisas, não tem necessidade, pois as cores já nasceram com o clube. A mudança é para reviver o inicio.”

Anúncios

Na opinião de Larissa, as camisas do Fortaleza teriam que se adequar ao novo escudo: “O Fortaleza vem fazendo camisas muito bonitas nos últimos anos, a quantidade de camisas vendidas não me deixa mentir, e a marca própria facilita muito esses designs mais a cara do clube. A mudança do escudo acho que não iria interferir no design moderno das camisas, porém teriam que ser camisas que harmonizassem e valorizassem o escudo, como eles vem fazendo, e muito bem, em especial a Tradição 2020 e, que particularmente acho mais bonita com o escuto triangular.”

Ao final da entrevista, Luca falou que, por ser um clube democrático, essa escolha poderia ser por votação: “O Fortaleza desde 2014 é um clube democrático, e acho que tem que ser um papel do torcedor, do seu sócio de escolher, quem sabe abrir uma votação para o torcedor escolher o escudo que ele prefere.” Luca finalizou informando que amanhã (23), às 20h, irá ocorrer um ‘tuitaço’ a favor da mudança de escudo.

Anúncios

Deixe uma resposta