Ceará

Terceiro técnico do Ceará no ano, Guto Ferreira pode conquistar segundo título pelo vovô na temporada

Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Ele chegou ao Ceará com a temporada em andamento com a missão de fazer com que, um time que invistiu em grandes contratações e era difícil de ser batido, demonstrasse um melhor futebol dentro de campo.

Depois de um início ruim no Sport, sendo eliminado na primeira fase da Copa do Brasil, Guto Ferreira foi contratado pelo vovô para substituir Enderson Moreira, que realizava bom trabalho no clube, mas preferiu se transferir para o Cruzeiro ainda no início da pandemia do novo coronavírus.

Anúncios

Pela frente, além de ter que trabalhar com um elenco montado por outro treinador, Guto tinha a reta final da segunda fase do Campeonato Cearense pela frente e o desafio de classificar o Ceará para a fase final da Copa do Nordeste.

O primeiro passo foi dado com sucesso. Depois da longa paralisação do futebol, Guto estreou no alvinegro com uma goleada sobre o Barbalha no estadual: 5 a 0.

Na segunda partida, um maior desafio. O Clássico-Rei contra o Fortaleza que decidiria a liderança do Campeonato Cearense. A derrota para o rival por 2 a 1 impôs a Guto as primeiras críticas desde sua chegada.

Anúncios

Mas não existia tempo para lamentações. Dias após o clássico, o alvinegro teve que viajar para Salvador para a disputa da competição regional. Além da classificação, o Ceará sonhava com a disputa do Bicampeonato. E Guto conseguiu.

Por ter um início de campeonato complicado, com vários empates, o Ceará não chegava à Bahia como um grande favorito. As vitórias contra CRB e Vitória (oitavas de final), colocou o vovô em mais um semifinal do torneio. Mas, a tarefa de ser campeão ainda seria complicada.

Na semifinal, mais uma vez, Guto enfrentou o Fortaleza. O clube comandado por Rogério Ceni, era, até então, seu único algoz no vovô. Mas foi ai que o treinador cresceu. Em uma partida impecável de seu time, Guto Ferreira venceu e por 1 a 0 e chegou a final da Copa do Nordeste. A terceira do vovô na década.

Na final, as duas vitórias contra o Bahia mostraram o amadurecimento do time de Guto Ferreira. O Bicampeonato invicto do Ceará na competição coroou o trabalho de Guto mesmo com pouco tempo de trabalho.

Mas Guto quer mais. Na próxima quarta-feira, 21, o Ceará volta a disputar um título. Precisando vencer por dois gols de diferença, já que foi derrotado pelo Fortaleza por 1 a 0 no primeiro duelo da decisão e o tricolor tem a vantagem de jogar por resultados iguais, Guto deve escalar um time com força máxima.

Caso conquiste o título, Guto Ferreira será o primeiro treinador do Ceará a conquistar dois títulos na mesma temporada.

Anúncios

Deixe uma resposta