STJD nega pedido do Ferroviário no caso da ”Arena Castelão”

Foto: Divulgação

O clube entrou na justiça após se sentir lesado ao ser retirado no principal palco do futebol cearense

A novela sobre a Arena Castelão ganhou mais um capítulo. Na tarde desta quinta-feira (15), o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), indeferiu o mandato de garantia solicitado pelo Ferroviário. O placar foi de 5×1, para a rejeição do pedido.

Segundo o clube,  o resultado do julgamento retira o direito da equipe coral de escolher seu local de jogar, contrariando o regulamento da competição.

Anúncios

Após o resultado desfavorável ao Tubarão, O diretor jurídico do Ferroviário, o advogado Rodger Raniery, falou sobre a decisão do STJD: “Infelizmente, o tribunal entendeu que cabia razão a CBF, em tirar os nossos jogos do Castelão e levar para o estádio Domingão, não dando provimento ao nosso pedido e, por cinco votos a um, perdemos o julgamento. Isso nos causa revolta porque entendemos que é direito do mandante em escolher o local de suas partidas. Agora, o nosso corpo jurídico está reunido com o presidente Newton para traçarmos novos rumos”

Apesar da decisão, segue mantido a partida entre Ferroviário x Remo para a Arena Castelão, no próximo sábado (17), às 17 horas.

Anúncios

Deixe uma resposta