VAR interferiu duas vezes em jogos do Ceará e quatro vezes em jogos do Fortaleza; confira quais os lances

Foto: Divulgação/CBF

Maquinário vem marcando sua presença nesta edição do Campeonato Brasileiro; saiba a sua influência sob os clubes cearenses

Introduzido no Brasil e no Campeonato Brasileiro Série A em 2019, o VAR, o chamado Árbitro de Vídeo, vem sendo um grande protagonista dos jogos, sendo de forma justa ou de forma polêmica. Neste ano de 2020, não é diferente: a ferramenta vem atuando de forma ativa na competição, seja em lances de pênaltis, de cartões vermelhos, de gols legais ou de gols anulados. Após levantamento feito por uma equipe de estatísticos, foi montado uma espécie de ranking entre os 20 clubes da principal divisão do Brasileirão, o qual mostra todas as vezes em que o VAR foi chamado e interferiu em uma decisão, seja a favor ou contra, para cada equipe.

O VAR interferiu duas vezes em jogos do Ceará. A primeira, logo na primeira rodada, na derrota por 3×2 para o Sport: marcou um pênalti para a equipe pernambucana e, ainda, foi dado um cartão amarelo para o jogador Fabinho. A segunda vez foi na partida contra a equipe do Atlético-GO, em que um cartão vermelho foi dado para o jogador Marlon Freitas, do Dragão goiano. O jogo terminou com o placar de 2×0 para o Alvinegro. Ou seja, houve uma ação a favor e uma ação contra o Vovô. Na derrota por 2×1 para o Palmeiras, o Árbitro de Vídeo checou um possível toque de mão do jogador Raphael Veiga, que havia feito o gol; o tento, porém, foi mantido.

Anúncios

Para a equipe do Fortaleza, o Árbitro de Vídeo foi convocado em quatro oportunidades, sendo duas a favor e duas contra o Leão. Com toques de mão assinalados, o Tricolor do Pici teve um gol anulado tanto contra a equipe do São Paulo como contra a equipe do Atlético-GO, jogos em que, respectivamente, perdeu por 1×0 e empatou em 0x0. Neste jogo contra a equipe goiana, porém, há uma polêmica: um possível pênalti não marcado em cima do atleta Romarinho. Na ocasião, o VAR não foi acionado. Nas ações a favor do Fortaleza, há um cartão vermelho dado para o jogador Everson, do RB Bragantino, na vitória por 3×0 contra o time paulista, e o retorno de uma cobrança de pênalti, que havia sido gol, no empate em 1×1 contra a equipe do Grêmio, (a torcida tricolor questiona, porém, a marcação da penalidade).

*O Portal Futebol Cearense não está entrando no mérito de erros e de acertos da ferramenta, mas apenas notificando as vezes em que ela foi acionada contra ou a favor dos clubes do estado ou, ainda, quando as torcidas ficaram na bronca com o aparelho, seja por um lance não analisado ou por uma interpretação diferente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s