Ferroviário lança nota criticando a forma como vem sendo tratado pela FCF e governantes locais

(Foto: divulgação/Ferroviário AC)

Clube não está satisfeito com a maneira que tem sido tratado no próprio estado

Nesta segunda-feira, 28, o Ferroviário, lançou uma nota em seu site oficial, criticando a maneira como a Federação Cearense de Futebol, FCF, e alguns governantes locais, vem agindo quanto a decisão da Confederação Brasileira de Futebol, CBF, de tentar impedir o Tubarão da Barra de mandar seus jogos na Arena Castelão:

Anúncios

“Afiliado desde 1938 à hoje chamada Federação Cearense de Futebol, o Ferroviário Atlético Clube tem lamentado bastante a forma como vem sendo tratado dentro do seu próprio Estado. Não apenas a FCF, mas os próprios governantes locais, pecam pela omissão e descaso com este quase nonagenário clube, campeão brasileiro da Série D, atual líder da Série C e nove vezes campeão cearense, dentre outras inúmeras conquistas estaduais”.

O clube ainda tratou de lembrar do gesto de Jair Bolsonaro, atual Presidente da República, que apareceu vestido com a camisa coral em uma foto: “Na mesma semana em que sofremos uma das maiores faltas de respeito da nossa história, logo daqueles onde mais esperávamos apoio, um simples e espontâneo gesto do Presidente da República, Jair Bolsonaro, fez com que a imagem com nossa camisa percorresse mundo afora e, opções políticas à parte, mostrasse, através de inúmeras mensagens que recebemos de todo lado, o quanto somos queridos e respeitados”.

Anúncios

O Ferroviário ainda pediu à todos aqueles que torcem pelo engrandecimento do futebol cearense, que se juntassem ao clube contra essa “abrupta ilegalidade”: “O Ferroviário vive um momento de ascensão esportiva, crescendo em gestão profissional e dando orgulho aos seus sócios e torcedores. Conclamamos todos aqueles que acreditam e torcem verdadeiramente pelo engrandecimento do futebol cearense que também se revoltem conosco diante desta abrupta ilegalidade. Precisamos nos unir”.

O clube ainda ressaltou que não irá desistir de buscar o seu direito. Acreditam, e irão atrás de justiça, até onde for possível: “Não cansaremos. Não desistiremos. Acreditamos em justiça e vamos em busca dela, até onde nos for possível”.

Para finalizar a nota, o Ferroviário disse que, segue com o “coração aberto e portas abertas” , para dialogar e chegar à um consenso: “Prezando pelo máximo respeito às Instituições e, certos de que o bom-senso é sempre a melhor saída, seguimos com o coração aberto – e portas abertas – na espera de diálogo e consenso”.

Anúncios

Deixe uma resposta