BRASILEIRÃO CAMPEONATO BRASILEIRO Ceará COPA DO BRASIL COPA DO NORDESTE Série A

Solidez defensiva é o maior trunfo do Ceará de Guto Ferreira

Foto: Ceará SC

O Vozão conta com três grandes zagueiros e uma prata da casa que aos poucos conquista seu espaço, além de outros destaques na parte defensiva

Que o Ceará tem qualidade no setor defensivo, não é novidade. Aliás, é o setor que menos sofre críticas desde 2018. Com Guto Ferreira, a defesa virou a principal arma do Alvinegro contra os adversários. Das últimas 10 vitórias do Vozão, todas sob o comando do ”Gordiola”, o time só sofreu gols em dois jogos. Confira as partidas:

16/09/20 – Brusque 0x2 Ceará – Copa do Brasil
13/09/20 – Ceará 2×0 Flamengo- Brasileirão
02/09/20 – Ceará 1×0 Fortaleza- Brasileirão
30/08/20 – Atlético-GO 0x2 Ceará- Brasileirão
26/08/20 – Vitória 3×4 Ceará- Copa do Brasil
23/08/20 – Ceará 2×0 Bahia – Brasileirão
04/08/20 – Bahia 0x1 Ceará- Copa do Nordeste
01/08/20 – Ceará 3×1 Bahia- Copa do Nordeste
28/07/20 – Fortaleza 0x1 Ceará- Copa do Nordeste
25/07/20 – Ceará 1×0 Vitória – Copa do Nordeste

Anúncios

Entenda o porque do sucesso defensivo

Nas duas últimas temporada, Luiz Otávio ficou entre os melhores zagueiros do Brasileirão. Mas o Ceará tinha dificuldades para achar um companheiro de zaga para Xerife Alvinegro.

Foi em 2020, que este posto não só foi ocupado, mas disputado por Tiago Pagnussat e Klaus. O último, inclusive, se mostrou um zagueiro artilheiro e decisivo, marcando gols em clássicos. Infelizmente, os dois jogadores tiveram constantes lesões, desfalcando o Vozão em parte da temporada.

Diante do Grêmio, de última hora, o jovem Gabriel Lacerda substituiu Klaus, que sentiu no aquecimento, e Pagnussat já era desfalque confirmado. Apesar da falha de Gabriel no gol do Imortal, a joia Alvinegra fez boa estreia e evoluiu com as oportunidades seguintes e se consolidando como opção viável.

Outro ponto para entender o sucesso do sistema defensivo do time de Guto Ferreira, são os jogadores que não são zagueiros, mas que são forte defensivamente e compõe a engrenagem. O nome principal, é o do volante Charles. Junto com Fernando Prass, o volante é o mais regular do Vozão. Além da qualidade técnica na saída de bola, o gaúcho está entre os líderes de desarmes do país, disputando com um companheiro de clube.

Anúncios

Fernando Sobral, assim como Charles, está entre os maiores ladrões de bola, e foi uma das principais imagens da mudança de Guto no Vozão. Vale lembrar que Sobral atua no campo ofensivo, mas também consegue ter grande destaque no quesito defesa.

Por fim, para citar outros nomes, titulares absolutos, Samuel Xavier e Bruno Pacheco. A dupla de laterais que não estavam bem até a partida contra o Vitória, ainda pela a Copa do Nordeste, começaram a marcar mais e recompor a defesa em momento que o time precisa se fechar mais.

Todo esse conjunto faz do Ceará, um time que dificilmente cede empate. Uma vez que esteja no placar, as chances de vitórias são grandes. Característica essa, que ajuda muito em um longo campeonato de pontos corridos e faz do Alvinegro, um time enjoado em tormeios de mata-mata.

Anúncios

Deixe uma resposta