Tinga e Gabriel Dias geram dor de cabeça “boa” para o técnico Rogério Ceni

Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Treinador vem revezando bastante entre as duas opções desde 2019

Um bom time de futebol não é formado apenas por 11 jogadores. É necessário ter peças de reposição à altura daqueles que são chamados de titulares. No Fortaleza, mais precisamente na lateral-direita, a equipe possui dois jogadores que poderiam tranquilamente serem titulares. Tinga e Gabriel Dias são os dois atletas que atuam na posição, e ficam revezando entre si a titularidade da equipe comandada por Rogério Ceni.

Os dois laterais possibilitam boas variações táticas para o treinador Rogério Ceni. Isso porque os dois possuem características um pouco diferentes. No caso de Tinga, o lateral tem como ponto principal suas boas subidas ao ataque, participando muitas vezes dos gols de sua equipe. Já o Gabriel Dias, por ser volante de origem, possui um poder defensivo mais elevado, trazendo assim uma consistência maior à defesa tricolor.

Anúncios

Tinga, que foi titular no confronto contra a equipe do RB Bragantino, é mais utilizado quando o Fortaleza precisa ter uma postura mais ofensiva diante de seus adversários. O lateral muitas vezes sobe ao ataque, dando profundidade, e qualidade no passe maior pelo lado direito.

Quando o Fortaleza precisa adotar um estilo de jogo mais defensivo, e de maior intensidade, quem ganha oportunidade é Gabriel Dias. O atleta tem bom vigor físico, e um poder de marcação maior do que seu companheiro de posição. Recentemente, o lateral/volante foi utilizado como titular contra o Corinthians, jogo onde o Tricolor poderia ter mais dificuldades pelos lados e por estar jogando fora de casa.

Em 2020, Tinga atuou em 15 partidas, fez dois gols e distribuiu 5 assistências. Já Gabriel Dias, participou de 17 jogos, não balançou as redes ainda, e deu quatro passes para gols.

Nesta quarta-feira, 02, teremos Clássico-Rei, a dúvida sobre quem escalar retornará a cabeça de Rogério Ceni. Alguns torcedores preferem que o Tinga seja titular, por ser um jogador mais identificado com o clube, e ser importante em momentos decisivos. Outros preferem Gabriel Dias, para tentar igualar a intensidade do adversário, tendo assim um lado direito mais consistente. Dúvida essa que será sanada apenas minutos antes da partida.

Anúncios

Deixe uma resposta