De olho no Clássico-Rei, Marlon ressalta importância do duelo: “É um dos clássicos mais importantes do futebol brasileiro”

Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

Marlon foi titular na partida contra o Red Bull Bragantino

Nesta segunda-feira, 31, foi a vez do meio-campista Marlon, do Fortaleza, conceder entrevista coletiva. O atleta comentou sobre sua participação na última partida, contra o RB Bragantino, e também sobre o Clássico-Rei, da próxima quarta-feira, 2.

Marlon não é titular absoluto do tricolor, mas sempre que o treinador Rogério Ceni necessita de sua ajuda, o meia está disposto a fazer o que seu comandante pede. O atleta comentou sobre como manter o foco, mesmo não sendo utilizado em todas as partidas: “O jogador tem que estar sempre preparado. A oportunidade não vai avisar o dia, a hora, a data ou onde que vai ser, então a gente tem que estar sempre preparado, sempre focado, sempre trabalhando para quando tiver essa oportunidade, corresponder da melhor maneira possível”.

Anúncios

Perguntado sobre as críticas que recebe por parte de quem está de fora do clube, Marlon explicou da seguinte forma: “Torcedor, ou parte da imprensa, confundem um pouco na maneira, as vezes, que a gente tá jogando. Se eu entro em uma ponta direita, eu não vou fazer o que o Romarinho ou Osvaldo fazem. Eu jogo em uma mesma posição, mas com diferentes funções dentro do mesmo esquema tático”. O atleta ainda se mostrou disposto a jogar na posição que Ceni precisar: “estou aqui para contribuir, sendo de lateral, volante, meia, ponta direita. Vou estar sempre aqui para dar meu melhor”.

Marlon comentou sobre o que significa para ele jogar um Clássico-Rei: “É um dos clássicos mais importantes do futebol brasileiro. Clássico-rei é sempre bom de jogar, sempre bom de vencer. Então a gente vai entrar focado, sempre em busca da vitória. E eu tenho certeza que a gente vai buscar os três pontos.”.

Marlon acredita que o apoio e a confiança que Rogério Ceni passa para ele é de suma importância: “isso aí é de suma importância. A gente entra com uma tranquilidade maior, porque sabe que tem a confiança dos nossos companheiros e da comissão técnica”.

Anúncios

Perguntado sobre a influencia do clássico na continuidade, Marlon acredita que o duelo tem um peso grande: “Acho que o clássico ele pesa bastante, ainda mais aqui no estado do Ceará. Ano passado, após o clássico, depois dessa vitória a gente embalou, batemos Sul-Americana e quase batemos Libertadores. Mas é difícil dizer, acho que é muito curto ainda. Mas o clássico tem um peso muito grande, e vamos fazer de tudo para vencer”.

Por conta da ausência de Juninho, Marlon foi o volante titular contra o RB Bragantino. Durante a partida, o meia jogou ao lado de Felipe e Ederson, e comentou sobre como foi jogar ao lado desses jogadores: “Eu e o Felipe temos uma amizade muito grande fora do campo. Ele por estar jogando na posição por mais tempo, pode me posicionar melhor, então foi muito bom. E depois o Ederson, é um cara experiente, que também joga de volante, meia, segundo atacante, pôde entrar ali também e começar a jogada do terceiro gol. Então é muito bom levar a amizade que a gente tem fora, também para dentro de campo”, finalizou o meia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s