Árbitro relata em súmula invasão de Paulo Carneiro, presidente do Vitória; confira

Foto: Reprodução/SporTV

Paulo Carneiro quis brigar com jogador do Ceará e estava sem mascará no gramado

Na última quarta-feira, 26, Vitória e Ceará entraram em campo pelo jogo da volta da 3ª fase da Copa do Brasil. Em um jogo de sete gols, três expulsões e três pênaltis marcados, o Vovô levou a melhor, venceu por 4 a 3, de virada, e se classificou para a próxima fase da competição.

Contudo, o jogo foi marcado foi uma situação atípica no futebol brasileira. Após o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior encerrar o primeiro tempo da partida, o presidente do Esporte Clube Vitória, Paulo Carneiro, invadiu o campo sem utilizar a máscara, desrespeitando às normas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e proferiu palavras contra a honra do juiz. Em súmula, o árbitro relatou o acontecido.

Anúncios

“Após o término do 1º tempo, o Sr. Paulo Roberto de Souza Carneiro, presidente do E.C. Vitória, invadiu o campo de jogo sem utilizar máscara, desrespeitando as diretrizes da competição.
O mesmo veio em direção a equipe de arbitragem, e foi contido pelo policiamento. Cito que o mesmo proferiu as seguintes palavras gritando a este árbitro: “seu moleque do caralho, vagabundo, sem vergonha, olha a merda que você fez, veio roubar a gente aqui, mas aqui você apanha seu vagabundo”. Sendo que me senti ofendido em minha honra.” – relata o árbitro.

O árbitro da partida também relatou que, além de invadir o campo para protestar contra a arbitragem, Paulo Carneiro, na saída do gramado, xingou e ameaçou o meio-campista, Vina, do Ceará, frente às câmeras de transmissão do SporTV, quando o atleta estava concedendo entrevista para o canal, tendo que ser contido pela equipe de assessoria do rubro-negro baiano.

Anúncios

“Informo que o citado logo após os fatos narrados, se dirigiu próximo ao vestiário da equipe do Ceará, onde se encontrava o atleta de n°29 Sr. Vinícius Goes Barbosa de Souza, que estava concedendo entrevista, proferindo as seguintes palavras em tom de voz alta: “aqui se apanha, seu vagabundo, você sabe que aqui você apanha, comigo a história é outra. Fica caladinho aí seu vagabundo, lê dou porrada”.
o mesmo foi contido por um funcionário e atleta da equipe E.C. Vitória.”

Após o acontecido, o Gerente de Comunicação do Ceará, Bruno Reis, relatou em suas redes sociais que Paulo Carneiro estava assistindo o jogo de dentro do campo, o que não é permitido pela CBF.

Paulo Roberto Alves Júnior ainda relatou que o atacante Léo Ceará, expulso ainda no primeiro tempo, após discutir com o volante Charles, da equipe alvinegra, também invadiu o campo após o término da partida, sendo contido pelo seus companheiros de time.

Anúncios

“Informo que após o término da partida, o Sr. Leonardo de Sousa Pereira, que já havia sido expulso durante a partida, invadiu o campo de jogo, sem máscara, desrespeitando as diretrizes da competição, seguindo em direção a equipe de arbitragem, porém no caminho foi contido pelos seus companheiros de equipe, retornando ao seu vestiário.”

Deixe uma resposta