Com partida cheia de polêmicas e muito movimentada, Ceará avança para a próxima fase da Copa do Brasil

Foto: Pietro Capri/EC Vitória

Erros de arbitragem, polêmicas (no plural), presidente invadindo o campo e muitos gols, foi assim que o Ceará se classificou para a quarta fase da Copa do Brasil.

O primeiro gol da partida saiu logo no começo da 1ª etapa, aos sete minutos de jogo Luiz Otávio afastou mal a bola que sobrou para Léo Ceará, o atacante do Vitória não desperdiçou e colocou o 1 x 0 no placar. Aos 13’ Fernando Prass fez pênalti besta e o Leão da Barra chegou, com o lateral esquerdo Carleto cobrando a penalidade, ao segundo gol. Charles, do Ceará, e Léo Ceará, do Vitória, foram expulsos, os dois se desentenderam e desceram para o chuveiro mais cedo.

Ainda no primeiro tempo, após bate-rebate na área rubro-negra, a bola ultrapassou as traves e o juiz da partida, Paulo Roberto Alves Júnior, não assinalou o gol. Aos 36’, penalidade máxima para o Alvinegro de Porangabuçu, Sobis quem foi pra bola e acabou desperdiçando. No momento da marcação, Vico, que já tinha amarelo, acabou tomando o 2º cartão por reclamação e foi excluído do jogo. E no final da primeira etapa, já nos acréscimos, Sobis foi derrubado em jogada individual, outra penalidade para a equipe cearense. Vina foi o cobrador nessa oportunidade e botou a bola no fundo do gol.  

Anúncios

Se a etapa inicial foi com muitos acontecimentos, o segundo tempo não deixou barato. Logo aos quatro minutos, após cruzamento de Leandro Carvalho para a área, Carleto desviou para a própria baliza e marcou contra, 2 x 2, tudo igual no Barradão. Sobral foi quem desempatou o jogo após o time alvinegro roubar a bola no bloco defensivo do Vitória.

Com o Vovô com ligeira vantagem de um gol, o Vitória, mesmo com um a menos, lançou-se ao ataque e conseguiu deixar tudo igual novamente na partida. Caicedo, que entrou no 2º tempo, foi quem marcou o gol de empate. Lima, que também entrou na segunda etapa, colocou o Vozão mais uma vez à frente do placar.

E foi assim que o jogo terminou: 4 a 3 para o Ceará, com muita polêmica da arbitragem e confusão, a equipe cearense superou os baianos e avançou para a quarta fase da Copa do Brasil. Com esse avanço de fase, a diretoria colocou mais R$ 2.000.000,00 nos cofres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s