“A gente está preparado para o desafio”, diz Jackson sobre maratona de jogos pelo Brasileirão

Foto: Thiago Gadelha/SVM

O zagueiro substituirá Quintero que cumpre suspensão automática por cartão vermelho.

Depois da derrota por 2 a 0 na estreia do Campeonato Brasileiro para o Athletico Paranaense, o Fortaleza iniciou a preparação para enfrentar o São Paulo na quinta-feira, 13, no Morumbi, às 19h15. O zagueiro, Jackson que deve ser o substituto de Quintero,suspenso pelo cartão vermelho recebido na primeira rodada, falou sobre a expectativa para o jogo e sobre o atual momento do tricolor cearense. 

Sobre a titularidade para o jogo contra o São Paulo, Jackson diz está preparado para ajudar  e acredita que todo o elenco também esteja.

Anúncios

“Eu vinha trabalhando no dia a dia, não só eu como o elenco, para que a gente possa suportar essa maratona de início do Brasileiro, e a gente tá preparado pro desafio. A gente vai ter que suportar essa maratona de jogos, é tentar recuperar o máximo possível de um jogo para o outro. Porque agora o limite é 48 horas, já pode ter o segundo jogo, e é terminar o jogo e se recuperar o mais rápido possível, pra gente tá inteiro pro próximo jogo”, destacou o zagueiro.

Sobre enfrentar o São Paulo, que não estreou no domingo, 9, por conta do seu adversário Goiás ter tido nove casos confirmados de Covid-19, Jackson rechaça qualquer vantagem de ambos os lados por conta deste jogo que não aconteceu. O jogador acredita numa partida bastante difícil, mas diz que o Fortaleza pode sair vencedor.

“Acho que é indiferente, não tem um peso a favor ou contra, vai ser um jogo difícil, a gente já espera isso, pela tradição do São Paulo e pelos jogadores que lá tem, a gente espera muita dificuldade no jogo. Mesmo o São Paulo não atravessando uma fase assim não tão boa, são confrontos assim muito difíceis de jogar contra eles no Morumbi no campo deles, a gente vai para São Paulo esperando essa dificuldade, e esperamos fazer um bom jogo. E se Deus quiser garantir essa primeira vitória no Brasileiro”, disse Jackson.

Anúncios

Sobre a situação vivida pelo Goiás o zagueiro tricolor lamentou a situação, disse que no fim a melhor decisão foi tomada, e que não pode opinar se o protocolo da CBF é ou não seguro.

“É um campeonato atípico, o que a gente tá vivendo hoje é um momento muito complicado na sociedade, no mundo inteiro, é o protocolo que a CBF nos colocou é o que a gente tem que seguir. A gente não sabe muita coisa, e acho que o mais prudente foi ter adiado esse jogo, porque o Goiás não tinha condição nenhuma de realizar o jogo, acho que o mais prudente foi isso”.

Outros Trechos da Coletiva de Jackson

Sobre os motivos do Atual Momento do Fortaleza

– Pelo sucesso que a gente teve o ano passado, acredito que muitas equipes acabaram estudando muito a gente, e eu acho que por isso tão colocando um pouco de dificuldade pra gente, mas a gente está bem tranquilo, vem trabalhando sabe da necessidade que é vencer os jogos, a gente vem trabalhando forte para que essa vitória venha o mais rápido possível. 

Sobre a pandemia e suas consequências no futebol do time 

– A gente vem trabalhando para minimizar essas derrotas para que as vitórias possam aparecer e o bom momento possa retornar aqui à casa. Acredito que não, a gente já fez muitos jogos aí pós-pandemia, e é normal todo mundo vai sofrer com isso, uma decadência. Mas como eu falei a gente vem trabalhando para que essa fase possa passar logo, e a gente possa retornar ao caminho das vitórias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s