Opinião: Importância de Cléber para o Ceará vai muito além de gols

Foto: Felipe Santos/Ceará SC

O atacante marcou seu primeiro gol com camisa do Ceará no primeiro jogo final da Copa do Nordeste contra o Bahia

Na atual Copa do Nordeste, o centroavante Cléber fez sua estreia como titular com a camisa do Ceará no jogo contra o CRB, o jogador aproveitou que Rafael Sóbis estava suspenso para aquele jogo e com aplicação e boa movimentação agradou Guto Ferreira.

Por onde passou Guto Ferreira sempre teve como característica escalar um centroavante. A ideia do técnico é com um “camisa 9” ter mais imposição física e estar vivo na disputa da primeira bola no ataque, principalmente nas bolas esticadas por Fernando Prass.

Anúncios

Com Sóbis de titular a bola aérea ofensiva do Ceará perde força, porém o time ganha mais qualidade para triangulações e toques rápidos pra chegada no ataque. Rafael Sóbis não joga tão fixo quanto Cléber, ele tem liberdade para flutuar em todos os setores do último terço do campo. Buscando tabelas com os pontas e laterais e abrindo espaço para quem vem por trás. Com essa característica, enfrentar times bem postados pode ser um problema já que o meio-campo fica congestionado e esses toques rápidos na construção ofensiva são anulados.

Como exemplo se destaca os dois últimos jogos entre Ceará e Fortaleza. No primeiro o alvinegro perdeu por 2 a 1 pelo Campeonato Cearense. Naquele jogo Sóbis iniciou a partida, exigindo assim que o Ceará precisasse tocar mais a bola e tentasse quebrar as linhas do Fortaleza por meio de triangulações com participação de Lima e Felipe Baxola dos lados. Algo quase impossível para um trabalho que havia acabado de se iniciar. E com boa marcação do Fortaleza o Ceará pouco criou. Sem criatividade o gol do Alvinegro saiu de bola aérea, após Rafael Sóbis ser substituído por Bergson que marcou o tento do Alvinegro.

Anúncios

Já no jogo da semifinal da Copa do Nordeste, Cléber iniciou a partida. O jogo com o centroavante de titular da ao vozão mais opções para construções de jogadas ofensivas. Assim como no clássico do Campeonato Cearense as jogadas construídas com passes e triangulações não funcionaram na semifinal, com exceção dos minutos finais quando Fortaleza se lançou ao ataque, o Ceará apesar da boa marcação tinha limitações na troca de passes, as principais chances foram em bolas paradas e na utilização de Cléber como pivô brigando com os zagueiros do Fortaleza e segurando a bola para chegada dos pontas.

Ter o atacante em campo, torna o time do Ceará menos previsível, ganha-se um repertório maior de jogadas, e não fica preso entre as linhas de defesa dos adversários. Cruzamentos e bolas esticadas são hoje, além das jogadas individuais, a principal arma para desmontar linhas defensivas bem montadas. Hoje, no elenco do Ceará, só Cléber tem a versatilidade que o técnico do Vozão busca, além de ajudar na marcação bloco alto, algo que impacta diretamente na saída de bola dos adversários com os zagueiros. Ele entrega a presença de área que os melhores times de Guto Ferreira tiveram.

Sua escalação vai de encontro ao que o treinador entende de futebol, além da presença no ataque, para ter transições rápidas é essencial um centroavante nas disputas da primeira bola, acionando os pontas quando ganha essa disputa. O gol do empate do Ceará contra o Bahia na lambança da defesa do time baiano saiu assim, casquinha no lançamento de Prass, a bola sobra para Fernando Sobral, que tendo espaço para atacar aproveita o erro defensivo e marca seu gol.

Com Cléber em campo, o leque de opções do Ceará para atacar aumentam, situação que não acontece quando Sóbis está em campo.

Anúncios

2 comentários sobre “Opinião: Importância de Cléber para o Ceará vai muito além de gols

  1. O pensamento esta muito bem construindo, parabéns ‼️ Futebol também é um tabuleiro de xadrez. Estratégia hoje em dia é a “diversidade” (palavra está colocada em destaque também pela forma progressista de se pensar‼️) porquê com alternativas, possibilidades como queiram denominar, causa um desconforto no adversário. A imprevisibilidade de uma equipe de qualquer esporte coletivo que seja, não tem que depender apenas da capacidade individualizada dos atletas, mas também das próprias ações coletivas de adaptação as situações. O Cléber é sim um atleta que deixar o Ceará com um leque de possibilidade bem significativas. Um simples aberto na marcação, um levantamento de bola na área, um disputa (raspada) de bola no alto para os lados, um jogada na vertical (já que ele Cléber, consegue também ter excelente mobilidade) pode gerar situações efetivar de gol. Cléber é um combo “completo” (quase que um pleonasmo) de estatura, vigor físico, alcance na vertical, cabeceio de almanaque, boa definição e obediência tática. Ficou ruim para os concorrentes da posição, para os adversários e bom para o treinador, para equipe e para torcida.

    Curtir

Deixe uma resposta para Cicero Alexandre Alves de Oliveira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s