Guto Ferreira sobre Jacaré: defensivamente foi muito atuante e ofensivamente foi a válvula de escape

Foto: Felipe Santos/cearasc.com

Jacaré, que teve sua primeira oportunidade com a camisa do Ceará, foi muito elogiado por Guto

Após a partida deste sábado, 25, contra o Vitória, Guto Ferreira concedeu uma entrevista coletiva falando sobre a classificação e sobre o próximo adversário: o Fortaleza. O Ceará, mesmo com um a menos desde os 16 minutos da 2ª etapa, superou a equipe baiana e avançou às semifinais da Copa do Nordeste. Vinícius foi quem marcou o único gol da partida, de pênalti.

Anúncios

Quando perguntado sobre a alteração inesperada, logo no primeiro tempo, Vitor Jacaré no lugar de Rick, Guto respondeu assim: “Sobre o Jacaré, no início, o que é normal, sentiu um pouquinho de dificuldade, mas foi se soltando na partida. E o mais importante, a hora que o grupo mais precisou dele, ele conseguiu ser peça importante, defensivamente foi muito atuante e ofensivamente foi a principal válvula de escape”.

Jacaré, que teve sua primeira oportunidade com a camisa do Ceará, foi muito elogiado por Guto, no pós jogo. O jogador entrou aos 24 minutos da primeira etapa, após Rick torcer o pé e precisar ser substituído. O atacante de 20 anos aproveitou muito bem a chance que foi lhe dada e surpreendeu as expectativas de forma positiva.

Guto fez sua análise do jogo, acompanhe: “Eu acho que nós começamos bem a partida. Com algumas roubadas de bola muito importante, mas acabamos não fazendo gol. Começamos a controlar a partida, mas, de repente, começamos a dar campo pro adversário, o adversário foi crescendo, foi criando corpo, mas uma salinha defensiva (do Alvinegro) estava bem postada, mesmo com toda a dificuldade, pois a equipe do Vitória tem jogadores bem rápidos, principalmente o Caicedo. A gente passou a desarmar a equipe do Vitória em zona mais baixa. A nossa equipe, após a entrada do Cléber e do Jacaré, no finalzinho do primeiro tempo, ganhou um pouquinho de corpo, conseguiu assumir o campo de ataque, e acabamos tendo uma jogada muito boa no cruzamento do Bruno Pacheco, finalização do Vinícius, que houve o corte com a mão, o pênalti e o Vinícius transformou em gol. Começamos o 2º tempo bem, tivemos uma oportunidade que poderia ter resultado em gol, o Sobral acabou finalizando rumo a ultrapassagem do Eduardo que poderia ser uma situação muito boa”.

Anúncios

Ainda na sua análise sobre o jogo, Guto falou sobre as dificuldades que encontrou na 2ª etapa, devido a só poder fazer mais uma parada pra substituições: “Nós tivemos dificuldade porque nós tivemos que trocar dois jogadores durante o 1º tempo, e nós só podíamos fazer três paradas, pra trocar até cinco atletas. Então, como nós fizemos duas paradas no primeiro tempo, com as duas trocas, a gente tinha três substituições, mas só podia fazer mais uma parada. E com a expulsão do Luiz Otávio, nós botamos pra recompor, jogadores de força que pudessem sustentar o resultado e numa estocada tentar alguma coisa. E graças à Deus o plano deu certo, mesmo praticamente dando a bola pro Vitória jogar, nós tivemos consistência defensiva. O Prass esteve muito bem no jogo e conseguimos vencer”, disse o técnico.

Guto falou em evolução e superação contra o Fortaleza, no jogo válido pelas semifinais da Copa do Nordeste de 2020, que acontece nesta terça-feira, 28. Acompanhe: “Eu acho que todos os jogos do Ceará, independente de contra quem, nós temos sempre que nos superar. A evolução ela pode vir, independente de quem seja o adversário. O mais importante é que a partida pode nos levar a final de uma competição muito importante. O nosso grupo tem se colocado em uma condição de busca de superação, e a gente espera que possamos fazer a melhor partida de todas que nós fizemos e que a gente possa superar o nosso rival”, ressaltou o treinador.

Anúncios

O técnico foi perguntado quanto a ausência do zagueiro Luiz Otávio na semifinal, o jogador foi expulso no jogo contra o Vitória e está fora do Clássico Rei pela Copa do Nordeste: “O Luiz é uma peça importantíssima, ele sabe disso, a torcida sabe disso, a imprensa sabe disso. Mas infelizmente a gente não vai poder contar com ele. Eu costumo dizer que, um jogador ele é importante e não dá pra tirar essa importância dele, mas não adianta a gente ficar lamentando a sua perda. Pra isso que nós trabalhamos forte, pra isso que temos jogadores de qualidade”.

Quando perguntado sobre o que ele (Guto Ferreira) acha que a sua equipe precisa mudar, no sentido de ações para o duelo diante do Fortaleza, o técnico respondeu assim: “Eu acho que no jogo pelo Campeonato Cearense (Contra o Fortaleza), nós tivemos dificuldade na parte ofensiva. Não conseguimos agredir a última linha do nosso rival. Nós até tivemos, no início daquele jogo, um trabalho defensivo bem interessante. Espero que a gente possa ser mais incisivo no ultimo terço do campo”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s