Em crise financeira, Santos recorre a base e cearense é uma das promessas no profissional; conheça

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Garoto voltou a figurar entre os profissionais

Natural de Tianguá, o meia Anderson Ceará, de 21 anos, foi relacionado pelo técnico Jesualdo Ferreira para o jogo que marca o retorno do Campeonato Paulista. O Santos encara o Santo André, às 19h15, na Vila Belmiro.

Na semana passada, o cearense renovou contrato com o clube paulista, onde atua desde 2012, até 2023. No novo acordo, Anderson Ceará tem multa rescisória estipulada em 50 milhões de euros (R$ 308 milhões, atualmente). O Santos tem 75% dos direitos econômicos do atleta.

Anúncios

Anderson Ceará fez apenas um jogo pelo profissional do Santos, no dia 21 de novembro de 2018, quando entrou no lugar de Rodrygo, no empate diante do Botafogo, por 1 a 1.

Uma semana depois, em um jogo-treino diante do Taboão da Serra, o meia-atacante rompeu os ligamentos do joelho direito.

Ceará é visto como o maior potencial de sua geração no clube. Meia rápido, habilidoso e com visão de jogo, pode jogar como autêntico camisa 10 ou cair pelas pontas. Ele fez sua estreia profissional em 2017, mas sofreu a grave lesão ligamentar no joelho que o afastou dos gramados por seis meses.

O meia é monitorado por clubes europeus, e o Peixe quase perdeu o atleta para o PSV, da Holanda, ainda no sub-20. Em litígio com o clube ainda em 2017, Ceará chegou a treinar no clube holandês, mas a diretoria santista conseguiu recuperá-lo.

Anúncios

Deixe uma resposta