Fortaleza vence, tira invencibilidade do Ceará e confirma liderança

Foto: Leonardo Moreira/FortalezaEC

Tricolor leva vantagem para semifinais

Na noite desta quarta-feira, 15, Ceará e Fortaleza entraram em campo para disputar além dos três pontos, a liderança do Campeonato Cearense a vantagem nas semifinais. A partida marcava o reencontro dos dois times após quatro meses sem bola rolando devido a pandemia do coronavírus.

Sem peças importantes como Luiz Otávio pelo Ceará e Osvaldo pelo Fortaleza, os treinadores lançaram a campo aquilo que tinham de melhor à disposição. Nos primeiros 25 minutos de partida, as equipes se respeitaram e adotaram uma tática mais conservadora, esperando um vacilo do adversário.

Anúncios

O Ceará até conseguiu duas boas chegadas com Tiago Pagnussat e Sóbis, ainda que sem muito perigo a meta do goleiro Felipe Alves. A bola da primeira etapa veio de um escanteio a favor do Fortaleza. Juninho cobrou, Tinga deu uma leve desviada e Wellington Paulista completou de cabeça fazendo 1 a 0.

O Ceará chegou a empatar logo em seguida com Charles, mas o assistente assinalou bem o impedimento milimétrico. Depois disso o duelo voltou a ficar parelho, com o Fortaleza cadenciando o jogo pela vantagem no placar. Tinga, um dos destaques do Tricolor, saiu machucado antes do apito para o intervalo.

No segundo tempo, o Ceará tentou buscar o empate mas cedeu espaços. O Fortaleza em cinco minutos já havia criado duas boas oportunidades com Romarinho e Yuri Cesar. De novo, de bola parada, o Tricolor aproveitou para fazer 2 a 0. Após nova cobrança de escanteio, a bola sobrou para Yuri Cesar que acertou um chute forte sem chances para o goleiro Fernando Prass.

Anúncios

Foi o quarto gol do garoto em quatro jogos com a camisa do Leão. Era a primeira oportunidade dele como titular, com a missão de substituir Osvaldo. Aos 21 minutos, Prass ainda evitou o terceiro gol do Fortaleza. Após cruzamento de Carlinhos, Romarinho se antecipou e acertou uma bela cabeçada que foi interceptada pelo camisa 1 do Alvinegro.

Com a entrada de Leandro Carvalho e Rick, o Ceará conseguiu achar mais espaços na defesa Tricolor e diminuiu o marcador com Bergson, que não foi suficiente para evitar a derrota no segundo Clássico-Rei da temporada pelo placar de 2 a 1. A vitória Tricolor põe fim a invencibilidade do Ceará na temporada que durou 16 jogos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s