Presidente do Ceará revela gratidão de Sóbis: “muito obrigado pela oportunidade”

Foto: Benonias Cardoso

Presidente ainda falou sobre o papel de liderança exercido por Rafael Sóbis dentro do grupo

Na noite de terça-feira, 7, o presidente do Ceará, Robinson de Castro, esteve ao vivo com o jornalista e comentarista esportivo, Alexandre Praetzel, no canal ‘Praetzel FC’. Na ocasião, o mandatário alvinegro tratou do retorno do futebol cearense, do crescimento do Ceará e do Nordeste no cenário brasileiro, além de falar sobre vendas e compras de atletas, pontuando as chegadas de Fernando Prass e Rafael Sóbis.

Anúncios

Questionado por Praetzel se nos dias atuais os atletas visam jogar no nordeste do que em clubes do eixo, como Botafogo, Fluminense e Vasco, Robinson de Castro respondeu que o Ceará mudou de patamar, mas que ainda precisa evoluir.

“A gente mudou de patamar, mas sabemos que ainda temos que evoluir. Antigamente, para montar o elenco, precisávamos pedir jogadores emprestados, os famosos “refugos”. Além disso, começamos a revelar jogadores tanto da base, como de clubes menores e nos tornamos um clube revelador e vendedor.” pontuou, Robinson.

Ao falar da mudança de patamar do Ceará, Robinson cita que o clube nos últimos anos, além de um clube revelador e vendedor, se tornou um clube comprador, ao adquirir os direitos de Charles, ex-Internacional, de Bruno Pacheco, ex-Chapecoense, dentre outros.

“Estamos começando a nos apresentar para o futebol de uma forma diferente. Um clube que tem poderio, que tem condições de fazer aquisição de atleta”

Durante a entrevista, o presidente do alvinegro ainda lembrou do episódio com Thiago Galhardo, que viralizou nas redes sociais, após falar que o “dinheiro pinga antes do final do mês”.

“Ano passado o Thiago Galhardo veio trabalhar conosco e se impressionou com nossa estrutura. Refeitório, sala de imprensa, nosso vestiário e o clube como um todo. E o dinheiro dele ‘pingou’ antes do final do mês, ele não entendeu o dinheiro na conta dele, achando que tinham depositado errado e foi perguntar para os outros jogadores e eles falaram que o dinheiro aqui (no Ceará) era pago antes do final do mês. Ele acabou fazendo uma declaração pública na imprensa, que repercute até hoje e eu (Robinson) me senti orgulhoso quando assisti aquilo. Às vezes, não temos noção de que fazer isso é ser diferente, porque pagar em dia parece ser uma coisa extraordinariamente absurda no futebol.” contou, Robinson, sobre o episódio.

Anúncios

O mandatário ressaltou a importância disso e faz com que o Ceará se torne referência em credibilidade. “Os atletas saem daqui para outros clubes e falam como é o Ceará. Não à toa, como você disse (Praetzel), Rafael Sóbis e Fernando Prass vieram para cá. São atletas vencedores, não vieram para passear. Eles tem um perfil diferenciado, precisávamos disso.”

Ao falar de Sóbis, Robinson de Castro pontuou o jogo diante do River do Piauí, pela sexta rodada da Copa do Nordeste, onde o Vovô venceu por 4 a 0 com direito a hat-trick do atacante.

“Tive uma surpresa absurda com o Sóbis, quando jogamos no interior do Piauí (Estádio Lindolfo Monteiro), um campo que não existia, pelo amor de Deus, nunca vi um campo tão ruim, tão cheio de buracos e tava uma enchente, o campo era uma piscina. E eu vi o Sóbis no gramado, olhou para um lado e outro, foi reclamar com a arbitragem… eu pensei que logo que ele estivesse arranjando uma desculpa para não jogar. Resumindo, ele marcou três gols. Ele se jogou no chão, deu carrinho, fez gol de cabeça, fez gol na raça e no final do jogo ele me chamou no canto e eu pensei que ele fosse falar que não aguentava mais, que queria ir embora. Ele veio e me entregou a camisa dele toda suja de lama e falou: “presidente, muito obrigado pela oportunidade”. Aquilo ali me dá uma mensagem de uma pessoa que é profissional sério, que não está ali para brincadeira.”

Robinson de Castro ainda falou sobre o papel de liderança exercido por Rafael Sóbis dentro do grupo. “Ele cobra os meninos com o intuito de crescer e ele é o primeiro a dar o exemplo, treina como ninguém (ele e o Fernando Prass). Então, é uma coisa extraordinária, sabe? Acho que fomos muito felizes em ter trazido esses dois jogadores, não só pelo nome, mas pela conduta, pelo comportamento e pelo exemplo.”

Um comentário sobre “Presidente do Ceará revela gratidão de Sóbis: “muito obrigado pela oportunidade”

  1. É indiscutível o trabalho do Robison de Castro, ele administra o Ceará como pede as novas diretrizes de uma gestão organizada. O torcedor gosta de ver resultado do time em campo, esquece de olhar os mecanismos que são construídos para se obter as vitórias dentro no gramado e na estrutura organizacional.

Deixe uma resposta