Especial Acesso Coral 2018 – Parte 2: Os donos da bola

Foto: Ferroviário

O portal Futebol Cearense dá sequência à publicação do especial em homenagem ao acesso do Ferroviário à Série C, em 2018, que completa dois anos no próximo dia 9. Dividida em três partes, a série de textos aborda pilares da conquista como a montagem e a gestão do elenco, o grupo em si, além do impacto do feito histórico dentro da torcida coral.

A primeira parte já está disponível

Rápida adaptação

O experiente volante Leanderson, ainda em atividade mesmo com quase 38 anos, tem boa história com o futebol cearense. Com passagens por Ceará, Atlético/CE e Floresta, o jogador foi um dos 14 novos reforços contratados pelo Ferroviário para a disputa da Série D em 2018. O pacotão contendo alguns destaques do estadual daquele ano, ao final da temporada, se mostraria um acerto da diretoria. Para se ter uma ideia, cinco foram titulares na partida do acesso, e seis no duelo que marcou o título nacional. Contudo, o começo do trabalho foi complicado.

“Sabíamos das dificuldades de engrenar com apenas duas semanas para treinar e entrosar”, analisa o volante. Mesmo recém-chegado, coube ao jogador o posto e o peso de carregar a faixa de capitão durante toda a campanha.

Volante Leanderson foi um dos destaques da campanha [AG.Diário]

A liderança, não só de Leanderson como também de outras peças do elenco, se mostrou vital para rumar um grupo, desacreditado após um desempenho razoável no estadual, para glórias maiores. “Saber a hora de apertar, de tirar o pé, poder conduzir e ajudar os companheiros da melhor forma possível foi algo maravilhoso”, conta.

Outro destaque de 2018, Juninho Quixadá, hoje no Ceará, disseca seu antigo grupo. Para o meia, que foi contratado no início da temporada e deixou o Peixe pouco depois do acesso, a chegada de novas peças foi fundamental para as conquistas corais. “Em fevereiro, tínhamos um time bom. O elenco, entretanto, não era tão forte. Para a Série D, o grupo foi fortificado e evoluímos”, discorre.

Com experiência internacional, participando inclusive do maior torneio de clubes do mundo, a Champions League, o impacto de Quixadá foi direto no Ferrão. Contudo, quando chegou, o jogador revela que o pensamento do clube ainda não estava voltado para a briga por uma vaga na Série C 2019. “Ninguém pensava tanto nisso. As prioridades ainda eram o Cearense e a Copa do Brasil. Só com os reforços e o início da Série D que o grupo ficou mais seguro que poderia buscar coisas maiores”, relata.

Após longo período na Europa, Juninho Potiguar retornou para brilhar no Peixe [Foto: AG. Diário]

Decisivo e ídolo

Edson Cariús, atualmente atleta do Fortaleza, foi um dos nomes que vieram para o Peixe no pacotão visando a Série D. O atacante, entretanto, ainda não sabia como sua passagem pelo Tubarão iria mudar sua vida. Com um começo de carreira difícil, o jogador guarda grande carinho de seu antigo clube até hoje e se emociona ao falar da conquista. “Foi a realização de um sonho de um garoto que saiu do interior em busca disso, mesmo com todas as dificuldades. Lembro como chorei naquele dia por saber que havia vencido no futebol”, relembra.

Uma das marcas de Cariús no torneio nacional foi seu poder de decisão. O atacante apareceu sempre que preciso e foi chave para que os objetivos do Ferroviário se tornassem realidade. Apenas no mata-mata, o jogador anotou impressionantes nove gols. Ele foi o artilheiro daquela competição com 11 tentos.

Anúncios

Foi também do pé do centroavante que saiu a última cobrança de pênalti, do acesso, em Campina Grande. Anos depois, o atleta revela que foi algo pensado. “O professor Marcelo Vilar decidia quem batia os pênaltis e eu pedi pra ficar por último porque eu sentia que poderia fechar bem e dar o acesso ao Ferroviário. Foi inesquecível fazer
esse gol tão importante para o clube”, conta.

Óbvio que a torcida coral encontrou um meio de agradecer Cariús após tantos gols importantes. Em música de bom-humor, as arquibancadas cantavam para o atacante que “mil gols só Pelé, mas preferimos Cariús”. Uma festa total, devidamente merecida. “Quando eles começavam a cantar, isso me incentivava e alegrava. Era fantástico”, afirma.

Atcante Edson Cariús foi o artilheiro da Série D de 2018 [Foto: AG.Diário]

Marcas para a história

De alguma forma, uma campanha como a de 2018 marca todos os envolvidos. É inevitável. Com o trio Leanderson, Quixadá e Cariús não poderia ser diferente. De acordo com o volante, uma das partidas mais especiais foi, de cara, a primeira. “Contra o Cordino, em um gramado péssimo, com um calor infernal, Marcelo Bispo empatou o jogo para nós. Era a estreia, mas sem aquele ponto, nossa vida seria muito mais complicada. O Bispo acabou não sendo muito mais utilizado, mas seu golzinho teve toda a importância”, pontua.

Segundo as memórias de Juninho Quixadá, o duelo de ida contra o Campinense, na disputa que já valia o acesso, foi inesquecível. Também pudera, o meia só não fez chover naquela noite no Castelão: gol marcado, assistência e pênalti sofrido. A vitória por 3×2 ajudou o Peixe a ficar mais próximo da tão sonhada vaga.

Edson Cariús elegeu um confronto que contou com uma verdadeira atuação de gala sua. Diante do Altos, no Piauí, o Tubarão derrubou uma invencibilidade de 24 jogos dos mandantes. O atacante fez 3 e classificou o Ferrão para a próxima fase.

Sem dúvidas, em 2018 o torcedor coral teve a alegria de acompanhar um grupo marcante e vencedor. Um elenco que ficará para sempre no imaginário da torcida coral e na história de uma equipe tão importante como o Ferroviário. Trazer um título nacional para Elzir Cabral é algo para poucos. Leanderson, Quixadá, Cariús e tantos outros assinam esse feito. Estão eternizados.

Anúncios

Um comentário sobre “Especial Acesso Coral 2018 – Parte 2: Os donos da bola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s