“Somos uma atividade de baixo risco”, afirma Robinson de Castro em nota

Foto: Ceará/Ascom

Clubes querem retornos das competições

Com a decisão do Governo Estadual de não autorizar o retorno do futebol para o dia 06 de julho, segunda-feira, o Presidente do Ceará Sporting Club, Robinson de Castro, se manifestou, por meio de suas redes sociais, com um vídeo onde mostra o Centro da cidade aglomerado e alegou incoerência e discriminação com o futebol profissional.

Anúncios

“Milhares de pessoas circulando nas lojas do centro da cidade e nos shoppings. Nenhuma dessas pessoas foram testadas e não me digam que obedecem a qualquer protocolo” disse, o mandatário alvinegro.

Confira a publicação:

View this post on Instagram

Milhares de pessoas circulando nas lojas do centro da cidade e nos shoppings. Nenhuma dessas pessoas foram testadas e não me digam que obedecem a qualquer protocolo. Torcida do @cearasc e demais simpatizantes do futebol, somos impedidos de realizar uma partida de futebol com a presença de apenas 200 pessoas testadas e treinadas para seguir um rígido protocolo de conduta, em uma área que tem capacidade para receber 60.000 pessoas. Repetindo apenas 200 pessoas em um espaço que comporta 60.000. Me digam, é mais seguro o futebol funcionar com portões fechados ou o shopping center aberto??? Somos uma atividade de BAIXO RISCO e ALTO IMPACTO ECONÔMICO. Isso mesmo, além de um entretenimento somos também uma ATIVIDADE ECONÔMICA importante. Incoerência e discriminação é o que sempre fazem com o futebol profissional. Isso mesmo, somos futebol PROFISSIONAL literalmente. Desafio alguma empresa ou organização que tenha mais responsabilidade ou que cumpra rigorosamente os protocolos exigidos do que o FUTEBOL PROFISSIONAL. Quais os argumentos para não voltar o futebol?? Nenhum se sustenta em pé. Lamentável, estamos pagando uma conta desnecessária por pura discriminação. Procuramos marcar uma audiência com o nosso Governador assim como outras atividades econômicas tiveram, porém não nos foi dado sequer essa oportunidade. Não me resta outra coisa a não ser pedir desculpas à Nação Alvinegra, aos simpatizantes do futebol, aos nossos atletas e colaboradores, por não ter como justificar a vocês o motivo que pelo qual jogar de portões fechados está proibido, em um ambiente sem aglomeração e com protocolo rígido. Já que não tem futebol pra ver em casa, vamos ao shopping, lá certamente é mais seguro.

A post shared by Robinson de Castro (@robinsoncastro1) on

Anúncios

No dia 27 de junho, o Governador Camilo Santana, publicou em seu Twitter que o retorno dos jogos de futebol para 6 de julho, não está, sequer, sendo considerado pelo Estado.

Em nota publicada no Instagram, Robinson de Castro, afirmou que procurou o Governador Camilo Santana, mas não obteve retorno.

“Procuramos marcar uma audiência com o nosso Governador assim como outras atividades econômicas tiveram, porém não nos foi dado sequer essa oportunidade.” pontuou, Robinson.

Anúncios

Na manhã deste sábado (4), Camilo anunciou a renovação do Decreto Estadual por mais 7 dias, com Fortaleza indo para a Fase 3 do Plano de Retomada da Economia.

O Governador ainda aproveitou para reforçar que só avançará com responsabilidade e que estão seguindo as orientações das equipes de saúde. “…mas não podemos relaxar de forma nenhuma. Continuamos acompanhando os números com muito rigor e só avançaremos com responsabilidade, seguindo a orientação das nossas equipes de saúde. A pandemia continua. Ainda é grave. Só saia de casa se for necessário, e sempre usando máscara” finaliza, Camilo.

>> Marcelo Paz se manifesta em rede social e pede explicação para a não liberação do futebol

Fortaleza e Ceará buscam o retorno imediato do Campeonato Cearense, devido ao início do Campeonato Brasileiro para o dia 09 de agosto. Os mandatários dos dois clubes estudam, junto da Federação Cearense de Futebol, levar os jogos para outro estado, visando encerrar o estadual.

Anúncios

Um comentário sobre ““Somos uma atividade de baixo risco”, afirma Robinson de Castro em nota

  1. O setor mais testado e o futebol os clubes todos os dias avaliam seus atletas as lojas estão lotadas de gente os shoppings também as praças estão lotadas os calçadões das praias também sr governador de uma explicação a não liberação dos jogos com portões fechados por favor.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s