#VocêSabiaFut7 – Rian Dieymison e as idas e vindas entre futebol e fut7

Foto: Arquivo Pessoal

Texto em parceria com Fut7 em Ação 

Sucesso no Instagram, o #VocêSabiaFut7 migrou para site do Portal Futebol Cearense. O quadro é exibido todas as terças-feiras trazendo histórias, clubes e jogadores da modalidade cearense.

Essa semana a história é de Rian Dieymison Soares Freitas, jogador nascido no dia 18/09/1989.

7AABAD6E-8979-44AB-88AE-B4B34B9D0AC9

Conhecido como maestro, Rian atua como meia , mas em alguns clubes já jogou como lateral. Como toda criança, o seu grande sonho era se tornar jogador de futebol e sempre se destacou desde criança, mas os percalços da vida acabaram atrasando ou impossibilitando que se destacasse mais.

Com passagens pela base do Bahia e pelo PSTC, do Paraná, Rian se profissionalizou no Messejana. Logo em seguida, o meia, em 2010, veio a disputar o seu primeiro Campeonato Cearense da primeira divisão pelo Quixadá.Com oportunidades escassas dentro de campo, o Fut7 apareceu para Rian quando ele se destacou em uma competição na famosa Arena Fut7 e de lá foi convidado a atuar pela forte equipe do Maraponga.

Em 2018, surgiu a oportunidade de ir para os Papudins, uma das mais tradicionais equipes do modalidade, e foi por lá que teve a oportunidade de disputar uma competição nacional, em Belo Horizonte. Desacreditados e com todas as dificuldades,  o time surpreendeu a todos e foram campeões, batendo fortes equipes como a do Santos, que era a atual campeã do torneio.

O currículo de Rian é vasto, o Meia/Lateral já passou por Tiradentes, Guarani de Juazeiro, Icasa, Caucaia, mas foi no futebol piauense que teve seu melhor momento.  As passagens por  Piauí, Picos, River e Flamengo foram marcantes inclusive sendo bicampeão estadual e campeão da Copa do Estado.

No ano passado, Rian esteve no Guarany de Sobral, onde o Bugre conseguiu a vaga para Série D 2020.

View this post on Instagram

Hoje é dia do quadro #VocêSabiaFut7. O personagem da vez é Rian. O Fut7 apareceu para Rian quando ele se destacou em uma competição na famosa Arena Fut7 e de lá foi convidado a atuar pela forte equipe do Maraponga. Em 2018, surgiu a oportunidade de ir para os Papudins, uma das grandes equipes do Estado. Rian e a equipe dos Papudins foram a Belo Horizonte disputar uma competição nacional, desacreditados e com todas as dificuldades, eles surpreenderam e foram campeões, batendo fortes equipes como a do Santos, que era atual campeã da competição. Além de craque no Fut7, Rian se destaca por sua trajetória no futebol de campo, inclusive com passagens por equipes do futebol cearense. Em seu início de carreira, o atleta passou rapidamente pela base do Bahia, já em 2008, o jogador foi para a categoria de base do PSTC, do Paraná inclusive sendo campeão Paranaense. No ano seguinte, Rian se profissionalizou pelo Messejana, e em 2010 veio a disputar o seu primeiro Campeonato Cearense da primeira divisão pelo Quixadá. O currículo de Rian é vasto, o meia, que também joga de lateral, já passou por Tiradentes, Guarani de Juazeiro, Icasa, Caucaia, mas foi no futebol piauense que Rian se destacou, Piauí, Picos, River, Flamengo – PI. Lá, ele foi campeão Piauiense por duas vezes e campeão da Copa Piauí. No ano passado Rian esteve no projeto do Guarany de Sobral, onde o Bugre conseguiu a vaga para Série D 2020. Texto em parceria com @fut7_emacao.

A post shared by Futebol Cearense (de 🏡) (@futcearense) on

Tenho muitos momentos marcantes nessa caminhada. A final do Piauiense, em 2013, onde o Parnahyba perdia para o River por 2 a 0 , e no segundo tempo, com duas assistências minhas, conseguimos o empate que nos deu o título. 

No Fut7, a partida contra o Santos na Copa do Brasil, foi marcante. Muitos disseram que seríamos goleados, mas nós do Papudins mostramos a força do Fut7 cearense e eliminamos o time da Paulista, dando um grande passo ao título.

Futebol e Fut 7

No campo é algo mais intenso, a pressão é bem maior, e já no fut7  é uma modalidade mais tática e técnica.
Para conciliar campo e fut7,  sempre que assino com algum clube profissional do futebol, o fut7 fica de lado, e foco 100% no clube que estou defendendo.

 Sobre a parte financeira, o Fut7 ainda não é tão rentável, mas minha relação com Bruno Barros, presidente da equipe dos Papudins, é crucial para que tenha vontade de atuar pela equipe. Mesmo com todas as dificuldades financeiras dentro do Fut7,  o ambiente sendo bom, isso é um dos maiores pilares para se fazer um time competitivo e sem gastar muito.

Recado final 

“Esperamos que isso possa passar logo e possamos voltar a fazer o que gostamos de que é jogar futebol. Que nesse momento difícil a gente continue orando pra Deus nos abençoar e nos proteger .
E um abraço para todos que acompanham esse trabalho de vocês e que Deus abençoe a todos”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s