fut7

#VocêSabiaFut7 – Rian Dieymison e as idas e vindas entre futebol e fut7

Foto: Arquivo Pessoal

Texto em parceria com Fut7 em Ação 

Sucesso no Instagram, o #VocêSabiaFut7 migrou para site do Portal Futebol Cearense. O quadro é exibido todas as terças-feiras trazendo histórias, clubes e jogadores da modalidade cearense.

Essa semana a história é de Rian Dieymison Soares Freitas, jogador nascido no dia 18/09/1989.

7AABAD6E-8979-44AB-88AE-B4B34B9D0AC9

Conhecido como maestro, Rian atua como meia , mas em alguns clubes já jogou como lateral. Como toda criança, o seu grande sonho era se tornar jogador de futebol e sempre se destacou desde criança, mas os percalços da vida acabaram atrasando ou impossibilitando que se destacasse mais.

Com passagens pela base do Bahia e pelo PSTC, do Paraná, Rian se profissionalizou no Messejana. Logo em seguida, o meia, em 2010, veio a disputar o seu primeiro Campeonato Cearense da primeira divisão pelo Quixadá.Com oportunidades escassas dentro de campo, o Fut7 apareceu para Rian quando ele se destacou em uma competição na famosa Arena Fut7 e de lá foi convidado a atuar pela forte equipe do Maraponga.

Em 2018, surgiu a oportunidade de ir para os Papudins, uma das mais tradicionais equipes do modalidade, e foi por lá que teve a oportunidade de disputar uma competição nacional, em Belo Horizonte. Desacreditados e com todas as dificuldades,  o time surpreendeu a todos e foram campeões, batendo fortes equipes como a do Santos, que era a atual campeã do torneio.

O currículo de Rian é vasto, o Meia/Lateral já passou por Tiradentes, Guarani de Juazeiro, Icasa, Caucaia, mas foi no futebol piauense que teve seu melhor momento.  As passagens por  Piauí, Picos, River e Flamengo foram marcantes inclusive sendo bicampeão estadual e campeão da Copa do Estado.

No ano passado, Rian esteve no Guarany de Sobral, onde o Bugre conseguiu a vaga para Série D 2020.

Tenho muitos momentos marcantes nessa caminhada. A final do Piauiense, em 2013, onde o Parnahyba perdia para o River por 2 a 0 , e no segundo tempo, com duas assistências minhas, conseguimos o empate que nos deu o título. 

No Fut7, a partida contra o Santos na Copa do Brasil, foi marcante. Muitos disseram que seríamos goleados, mas nós do Papudins mostramos a força do Fut7 cearense e eliminamos o time da Paulista, dando um grande passo ao título.

Futebol e Fut 7

No campo é algo mais intenso, a pressão é bem maior, e já no fut7  é uma modalidade mais tática e técnica.
Para conciliar campo e fut7,  sempre que assino com algum clube profissional do futebol, o fut7 fica de lado, e foco 100% no clube que estou defendendo.

 Sobre a parte financeira, o Fut7 ainda não é tão rentável, mas minha relação com Bruno Barros, presidente da equipe dos Papudins, é crucial para que tenha vontade de atuar pela equipe. Mesmo com todas as dificuldades financeiras dentro do Fut7,  o ambiente sendo bom, isso é um dos maiores pilares para se fazer um time competitivo e sem gastar muito.

Recado final 

“Esperamos que isso possa passar logo e possamos voltar a fazer o que gostamos de que é jogar futebol. Que nesse momento difícil a gente continue orando pra Deus nos abençoar e nos proteger .
E um abraço para todos que acompanham esse trabalho de vocês e que Deus abençoe a todos”

Deixe uma resposta