Ceará

Há dois anos, Lisca retornava para protagonizar novo milagre no Ceará

Treinador salvou a equipe de dois rebaixamentos

4 de junho de 2018 marcou a segunda passagem de Luiz Carlos de Lorenzi, ou Lisca, pelo Ceará. Com o treinador, o Alvinegro teve uma arrancada incrível na Série A do Campeonato Brasileiro e escapou de um rebaixamento considerado eminente.

O técnico fez a sua estreia antes da Copa do Mundo, dia 6 de junho, contra o Botafogo, no empate sem gols. Quando Lisca foi anunciado na 9ª rodada do Brasileiro, o Ceará estava na lanterna da Série A com apenas três pontos somados dos 27 disputados. 11,1% de aproveitamento. Antes, Marcelo Chamusca e Jorginho haviam passado pelo comando da equipe. 

A confirmação da continuação na elite do futebol brasileiro ainda veio com uma rodada de antecedência, ao conquistar um ponto importantíssimo diante do fortíssimo Athletico Paranaense, em Curitiba, por 2 a 2 e numa combinação de resultado em que torcia por vitória ou empate do São Paulo contra o Sport/PE, que acabou no zero a zero. 

Lisca comandou o Vovô em 29 jogos, com 10 vitórias, 11 empates e oito derrotas. Vale lembrar que no segundo turno, a campanha do Ceará foi digna de pré-libertadores e o time por pouco não beliscou uma vaga na Sul-Americana.

A permanência foi considerada como um ‘novo milagre’ protagonizado pelo gaúcho de 47 anos, que em 2015 já havia salvado o Ceará do rebaixamento à Série C.

Matheus Vitor
Jornalista formado. 22 anos. Twitter: omatheusvitor

Deixe uma resposta